Kelson retoma linha dura; ‘em termos de armamentos não devemos a ninguém’, diz - WSCOM

menu

Paraíba

19/05/2008


Kelson retoma linha dura; ‘em

O comandante da Polícia Militar, Kelson Chaves, acredita que agora, após as discussões e definições salariais, é possível voltar a empreitada contra a violência e os marginais na Capital. “Passou a fase mais difícil e a gente retoma as atividades. A partir de agora, nós vamos recomeçar o comando”, acredita Chaves.

“Começamos com muita velocidade, a mil por hora e tivemos que obrigatoriamente puxar o freio de mão, mas agora a gente desengata, debreia (sic) e vai em frente”, argumenta.

Segundo o comandante, a entrega das viaturas pelo Governo do Estado também é um fator que ajudará para uma nova arrancada. O propósito do Governo do Estado é fazer com que o cidadão se sinta mais seguro e esse propósito têm que ser alcançado por todos os órgãos que integram o Sistema de Defesa Social, a partir da Polícia Militar.

Chaves lembra que é a Polícia Militar que realiza ações preventivas e que está mais vista nas ruas, tem o maior contingente e um número maior de viaturas. “Vamos fazer com que essa visibilidade aumente. É um propósito do governador Cássio e a gente tem mais que cumprir”, garante.

Ainda em relação as viaturas entregues pelo Estado, o comandante disse que algumas que estão em bom estado da frota 2006 e 2007 rodando em João Pessoa e Campina serão remanejadas para outras regiões do Estado, a exemplo de Guarabira, Patos e Cajazeiras.

Os armamentos – “Os armamentos estão sendo recepcionados. Tem um compromisso da Secretária Nacional de Segurança Pública de remeter para nós mais uma quantidade de pistolas, fuzis e munição”, anunciou o comandante.

Segundo Chaves, esses armamentos serão distribuídos para todo o estado, indistintamente, assim como as munições.

Todavia, Kelson afirma que a situação de armamentos da PM é tranqüila. “Nós não devemos, em termos de armamentos e munição, a nenhuma Polícia”, finaliza.

Notícias relacionadas