Justiça notifica seis vereadores, de cinco municípios, por acúmulo de cargos na Paraíba - WSCOM

menu

Paraíba

20/02/2019


Justiça notifica seis vereadores, de cinco municípios, por acúmulo de cargos na Paraíba

Notificação foi publicação no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta quarta-feira (20). Confira;

Imagem reprodução / Tribunal de Justiça da Paraíba

Em publicação feita no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta quarta-feira (20), seis vereadores, de cinco cidades paraibanas diferentes, foram notificados pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) por acúmulo indevido de cargos públicos. O acumulo foi identificado pela Comissão Estadual de Acumulação de Cargos (CEAC).

Além dos vereadores, outros oito servidores também foram identificadas acumulando cargos de forma ilícita, dentre esses médicos e professores. Todos terão o prazo de cinco dias para apresentar sua defesa sobre o acúmulo de cargos ou escolher um dos vínculos.

 

Clique aqui e confira as notificações no Diário Oficial do Estado.

 

CONFIRA A LISTA DOS VEREADORES:

 

Na cidade de Cabedelo foram identificados dois vereadores acumulando cargos de forma indevida. Josué Pessoa de Goes é capitão reformado junto à PBPREV, além de atuar como professor na Prefeitura Municipal de Cabedelo e estar como vereador na cidade. Já Maria do Socorro Gomes, que é vereadora interina de Cabedelo, também atua como atendente na Secretaria Estadual de Saúde e tem o vínculo de auxiliar de enfermagem no Instituto de Previdência dos Servidores de Cabedelo.

 

Alexandro Bento Félix, que é vereador na Câmara de Lagoa de Dentro, foi notificado por, ao mesmo tempo, atuar como auxiliar de serviços gerais no mesmo local. Além disso, ele também atua como prestador de serviço na Secretaria de Educação.

 

Em Água Branca, a vereadora Marluce Pereira Veras possui vínculos como professora na Prefeitura de Água Branca e na PBPREV como inativa.

 

Já Edson Barbosa do Nascimento, que tem lotação no cargo de vereador na cidade de Rio Tinto, possui também vínculos como regente de ensino no quadro de inativos da PBPREV e como odontólogo na Prefeitura de Rio Tinto.

 

Em Logradouro, o vereador Antônio Isildo da Silva atua também nos cargos de prestador de serviço na Secretaria de Educação e de professor na Prefeitura da cidade. Além dos vereadores, outras oito pessoas também foram notificadas.

 

Sandro Adriano Sousa dos Santos atua como médico na Secretaria de Saúde e na Prefeitura de Brejo dos Santos, além de também ser médico junto ao Ministério da Saúde. Ítalo Cesar da Silva Siqueira também atua como médico na Secretaria Estadual de Saúde, na Prefeitura de Campina Grande, na Prefeitura de Lagoa Seca e na Prefeitura de Soledade. Carlos Antônio de Sousa Nunes também atua como médico na Secretaria de Estado de Saúde e nas prefeituras de Sousa, São Bento e Catolé do Rocha.

 

Erickson Finizola Martins Ramalho acumula o cargo de agente de investigação na Secretaria de Segurança e Defesa Social, o cargo de suporte pedagógico na Prefeitura de Conde e comissário de polícia na Secretaria de Segurança. Eliane Farias do Nascimento Diniz atua como professora no Estado e como agente de saúde na Prefeitura de João Pessoa.

 

Joaquina de Araújo Pereira tem os vínculos de inativa como cirurgião dentista na PBPREV, além de professora doutora na UEPB e professora na UFCG. Jeremias Jeronimo de Lima é inativo como professor da UEPB, além de ter o vínculo com a PBPREV como professor de educação básica e assistente em administração na UFCG. Bernadete Maria Antas Ferraz Costa acumula os vínculos de professora inativa na PBPREV, além de chefe com lotação na Secretaria de Estado da Educação e professor na UFPB.