Julian Lemos rebate críticas e acusa Veja de propagar Fake News - WSCOM

menu

Política

29/11/2018


Julian Lemos rebate críticas e acusa Veja de propagar Fake News

Revista citou que a "ausência e falta de compromisso" do paraibano tem incomodado os militares que fazem parte da equipe de transição do novo governo Jair Bolsonaro

Na imagem, o deputado federal eleito, Julian Lemos, em reunião com a equipe de transição de governo

Por Edney Oliveira / Portal WSCOM

O deputado federal eleito pela Paraíba, Julian Lemos (PSL), em contato direto com a redação do Portal WSCOM, nesta quinta-feira (29), rebateu a reportagem do colunista Gabriel Mascarenhas, de Veja, que havia citado a “ausência e falta de compromisso” do paraibano em reuniões, fato que tem incomodado os militares que fazem parte da equipe de transição do novo governo Jair Bolsonaro.

Julian Lemos criticou a reportagem e disse que “geralmente não consegue responder o que não existe”. O braço direito de Bolsonaro e líder da equipe de transição de governo no Nordeste citou um certo desespero por parte de alguns veículos de comunicação.

“Um movimento criado por jornalistas que não tem o que falar e acabam publicando todo tipo coisa. Não se trata de fato ou notícia, porque na verdade não existe”, afirma o líder da equipe de transição de governo no Nordeste.

Julian Lemos fez questão de lembrar da ótima relação que tem dentro da equipe de transição, citando ainda como funciona as reuniões.

“É tão Fake a matéria que não há falta de reunião, porque cada reunião é feita em núcleos, então cada um tem a sua participação em determinado setor. Eu não faço parte do setor deles. Então, não tem nenhum tipo de problema, muito pelo contrário, eu sou muito querido, são amigos, e não faz sentido nenhum esse tipo de publicação”, concluiu o deputado federal eleito pela Paraíba.

ENTENDA:

A Coluna Radar, da Revista Veja, trouxe nesta última quarta-feira (28), um artigo citando o deputado federal Julian Lemos. Segundo Gabriel Mascarenhas, a “ausência e falta de compromisso” do paraibano tem incomodado os militares que fazem parte da equipe.

Em trecho, subscrito, o colunista de Veja cita que os governistas consideram Julian “inexperiente e descompromissado” e que o mesmo estaria em rota de colisão com a equipe de transição.

“Além de considerá-lo inexperiente e pouco confiável, a turma da farda se revolta com as faltas da excelência a reuniões importantes, em que a equipe trata de políticas públicas para a região”, disse Gabriel Mascarenhas.