Juíza determina que empresa permita despejo de lixo de Bayeux em aterro - WSCOM

menu

Paraíba

24/03/2018


Juíza determina que empresa permita despejo de lixo de Bayeux em aterro

Foto: autor desconhecido.

A juíza de direito plantonista da comarca da Capital pessoense Renata da Câmara Pires Belmont, determinou nesta sexta-feira à noite, 23 de março de 2018, que a FOXX URE-J AMBIENTAL permita que a empresa responsável pela coleta de resíduos sólidos do município de Bayeux despeje o lixo no Aterro Sanitário Metropolitano, administrado pela empresa, sob pena de multa diária no valor de R$ 5.000,00.

Ao decidir nesse sentido, a magistrada acolheu embasada argumentação feita pelo procurador-geral do Município de Bayeux, Aécio Farias, que impetrou apropriada ação de obrigação de fazer com pedido de tutela de emergência.

A FOXX não estava permitindo o despejo dos resíduos no Aterro alegando que a Prefeitura de Bayeux tinha débitos com a empresa, contraídos em gestões anteriores à do atual prefeito recentemente empossado, Mauri Batista, mais conhecido como Noquinha.

Mas, o procurador-geral do Município argumentou que a atual gestão, investida havia menos de uma semana, precisará de necessário tempo para pagar os débitos  feitos  por inadimplentes administrações passadas e que a não coleta de estava causando uma situação de caos ambiental em Bayeux.

Notícias relacionadas