José Mariz Filho mantém processo de suposto assédio de ex-funcionária contra diretor da OAB-PB - WSCOM

menu

Paraíba

24/11/2018


José Mariz Filho mantém processo de suposto assédio de ex-funcionária contra diretor da OAB-PB

Sua cliente, Lanusa do Monte, teria sido vitima de assédio, o que resultou na demissão da ex-funcionária

Foto: autor desconhecido.

O advogado José Mariz Filho com militância no Direito há vinte anos postou comentário em vídeo, na manhã deste sábado (24), afirmando que mantem o processo judicial em favor da cliente Lanusa do Monte. O caso envolve a acusação de suposto assédio sofrido por parte do secretário-geral da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB/PB), Assis Almeida, que envolveu a sua demissão imposta pelo presidente da OAB-PB, Paulo Maia, que, segundo ele, não teria apurado rigorosamente o fato.

Conforme a ação, Lanusa do Monte tinha 20 anos de serviços prestados à OAB-PB e tem mais de 10 anos de casada, além de um filho de 10 anos.

No vídeo, José Mariz Filho diz que não se intimidará quanto ao processo movido contra ele pelo secretário Assis Almeida, réu no caso. “É inadmissível ser processado por outro advogado, que chega a ser diretor da OAB por defender um mister que me comprometi quando me formei e quando passei na prova da OAB, que é nada mais, nada menos que defender o Direito e a Justiça. Se a voz que deveria defender o direito da mulher se cala, eu não me calarei”, pontua.

José Mariz, fora do vídeo, ainda crítica o atual presidente da Ordem, Paulo Maia, por “acobertar o grave caso demitindo a funcionária com 20 anos de trabalho”.

Confira o vídeo: