João Pessoa registra seis homicídios; em Cabedelo aconteceram dois assassinatos - WSCOM

menu

Policial

18/04/2011


João Pessoa registra seis homicídios

Fim de semana

Foto: autor desconhecido.

{arquivo}Um final de semana violento foi registrado na região metropolitana de João Pessoa, com homicídios na Capital e Cabedelo. Na manhã desta segunda-feira, 18, o corpo de um adolescente, de identidade ainda desconhecida foi encontrado numa estrada de acesso a comunidade Gramame, nas proximidades do bairro do Valentina Figueiredo.

A crueldade dos criminosos chamou a atenção dos policiais que estiveram no local onde o jovem apresentava várias lesões pelo corpo praticado por uma foice. Ele teve o corpo mutilado e teve o punho direito decepado.

O corpo apresentava rigidez cadavérica levando a polícia a suspeitar que o jovem tenha sido morto no início da madrugada. O corpo do adolescente foi encontrado sob uma bicicleta.

Os outros homicídios aconteceram no início da noite de sábado, 16, quando foi morto um morador de rua. O autor do crime foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Homicídios da Capital onde foi autuado em flagrante.

O crime aconteceu no cruzamento das avenidas Coremas com a Duarte da Silva, centro da Capital. Vítima e acusado discutiram em plena via pública, tendo o autor do crime sacado de uma faca-peixeira e desferido um golpe que atingiu o pescoço da vítima.

A discussão foi provocada, segundo o acusado, porque a vítima teria soltado gracejos com sua companheira. Ele foi preso no parque Solon de Lucena (Lagoa).

O indígena Anailson Ferreira do Carmo, de 23 anos, foi assassinado a tiros na rua Belo Horizonte, bairro do Valentina Figueiredo, na Capital. “Pancadão”, como era conhecido, estava sozinho na frente de uma casa quando foi alvejado.

Uma denúncia de familiares da vítima deverá ser investigada pela polícia. eles disseram que Anailson já vinha sendo ameaçado e por isso resolveu deixar a tribo Caramuru, no município de Baía da Traição. Não foi informado o motivo das ameaças.

Ainda no sábado, outro homem ainda não identificado foi morto no bairro de Marés, em João Pessoa. O acusado pelo crime é o vigilante da Cagepa que alegou ter atirado no desconhecido após ter sido ameaçado.

De acordo com o vigilante que teve o nome preservado pela polícia, na madrugada ele percebeu um homem roubando fios localizado no terreno daquela empresa e ao tentar evitar o ladrão teria ameaçado sacar uma arma e por conta disso atirou. Ele se apresentou espontaneamente a polícia.

Na comunidade Rabo da Gata e no conjunto Renascer III, em Cabedelo, foram mortos respectivamente o servente de pedreiro Paulo César Rodrigues, 27 anos e Josué Pedro da Silva, 33 anos.

Paulo César foi assassinado por quatro disparos de arma de fogo próximo a um mercadinho logo após ter feito uma compra. Josué também foi morto a tiros.

Os bairros do Cabo Branco e São José registraram os últimos homicídios no sábado em João Pessoa. José Alves de Sousa Filho, tinha 32 anos e foi morto a tiros. A vítima já havia respondido por porte ilegal de arma.

Ivanildo Moreira da Silva foi morto com um tiro sendo socorrido para o hospital de Emergência e Trauma, onde faleceu.

O ex-presidiário Cristiano Ramos dos Santos, 25 anos, foi a última vítima do final de4 semana. Ele foi morto no bairro São José por dois homens numa moto. O crime aconteceu na noite de domingo, 17.

Notícias relacionadas