João Pessoa constará em livro do Ministério da Saúde; prêmio de mais de R$ 700 s - WSCOM

menu

Paraíba

27/06/2006


João Pessoa constará em livro

O Ministério da Saúde estará lançando livro no qual insere João Pessoa por apresentar resultados na execução do Projeto de Expansão e Consolidação da Estratégia Saúde da Família (Proesf). Nesta segunda-feira, 26, o prefeito Ricardo Coutinho recebeu o jornalista André Vianna, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para conduzir as entrevistas que resultarão no perfil administrativo dos 12 municípios premiados no país. A Capital paraibana foi premiada com um recurso adicional de R$ 705.500.

Em entrevista, o prefeito e a secretária municipal de Saúde, Roseana Meira, falaram dos desafios travados no gerenciamento municipal do SUS, em João Pessoa, e das vitórias e dificuldades no setor, bem como estão sendo aplicados os recursos do Proesf.

“Nossa meta é chegar ao final da gestão tendo um outro perfil dentro da saúde. A saúde é uma meta prioritária”, disse Ricardo Coutinho.

A secretária de Saúde abordou as ações realizadas tanto na estruturação da rede de saúde, quanto na qualificação dos serviços.

O relato sobre o município enfocará investimentos nas unidades básicas de saúde, trazendo um histórico da implantação e evolução do Programa Saúde da Família (PSF). Os aspectos históricos da cidade, os indicadores de educação, demografia, cultura, renda, IDH e meio ambiente também farão parte do livro.

A previsão é de que a obra seja lançada ainda no mês de julho.

Prêmio do Proesf – Na avaliação feita pelo MS, no mês de maio, com 231 cidades do País com mais de 100 mil habitantes, João Pessoa ficou entre as 12 com melhor desempenho nas ações do Programa de Expansão e Consolidação do Saúde da Família (Proesf).

A Capital paraibana foi premiada com um recurso adicional de R$ 705.500,00 para aplicar na atenção básica. Das 12 cidades selecionadas, apenas Belo Horizonte (MG) teve um aporte maior, no valor de R$ 2,5 milhões, por ter mais de 1 milhão de habitantes. A portaria ministerial reconhece que o município de João Pessoa vem cumprindo os critérios de consolidação do Saúde da Família, entre os quais a aplicação dos recursos destinados ao programa e o atendimento de mais de 70% da população.

Notícias relacionadas