João não descarta novas saídas e diz que exonerações de secretários já estavam programadas - WSCOM

menu

Política

02/05/2019


João não descarta novas saídas e diz que exonerações de secretários já estavam programadas

Azevêdo destacou que a troca do secretariado 'já estava prevista', e não descartou novas mudanças.

Na imagem, governador João Azevêdo

“Mudanças dentro do governo são naturais e acontecem, isso estava sendo pensado desde os cem dias de governo”. Essa foi a frase usada pelo governador, João Azevêdo (PSB) nesta quinta-feira (2) para justificar as recentes mudanças promovidas no seu secretariado.

 

LEIA MAIS: Saiba como fica a estrutura do Governo após as últimas mudanças promovidas por João Azevêdo

 

Durante a solenidade de abertura oficial do ‘Maio Amarelo’, o governador negou que as modificações tenha relação com a Operação Calvário, desencadeada pelo Ministério Público, que investiga uma organização criminosa acusada de desvio de recursos públicos, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato.

 

Azevêdo destacou que a troca do secretariado ‘já estava prevista’, e não descartou novas mudanças.  E disse ainda que a saída dos secretários gerou um prejuízo para administração porque são pessoas comprometidas com a gestão, mas que foi necessário para que eles possam organizar suas defesas. 

 

“Acontecerão outras mudanças até o final do mandato, isso é obvio, acontecem normalmente, está previsto. Vamos continuar fazendo aquilo que a Paraíba espera que é continuar avançando, fazendo investimentos.”, adiantou. 

 

LEIA MAIS: CALVÁRIO: Confira a decisão judicial que culminou na prisão de uma servidora e mandados de busca e apreensão

 

‘MAIO AMARELO’

 

O governador  falou sobre a importância da campanha de prevenção de acidentes  que deverá percorrer todo o estado.

 

“Temos que reduzir o número de acidentes. Só esse ano já morreram 182 pessoas em acidentes de veículos. São 182 famílias que estão sem sombra de dúvida amargando uma situação difícil, muitas vezes por conta de atitudes impensadas, irresponsabilidades cometidas no trânsito. Nós temos que ter essa preocupação para cada vez mais reduzir os números de acidentes”, destacou.

 

 

 

Da Redação
Portal WSCOM