João Azevêdo defende 'escola livre' em hino nacional e diz que governo só quer 'publicidade' - WSCOM

menu

Política

26/02/2019


João Azevêdo defende ‘escola livre’ em hino nacional e diz que governo só quer ‘publicidade’

O governador afirmou que esse tipo de postura é estranha e inadequada, não pelo patriotismo, mas 'midiatismo' em cima do fato.

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), em entrevista na manhã desta terça-feira (26), criticou a postura do Governo Federal em pedir que crianças cantem o hino nacional nas escolas e sejam filmadas.

 

O socialista afirmou que esse tipo de postura é estranha e inadequada, não pelo patriotismo, mas por exigir que as crianças sejam filmadas, sendo expostas, com o único intuito de servir ao governo como forma de propaganda gritando o “slogan” no final do ato.

 

+LEIA TAMBÉM: MEC pede para que escolas filmem alunos cantando o hino nacional

 

“É divulgação do governo dentro de uma unidade que deveria estar preocupada com a qualidade de ensino, com os processos e métodos de ensino cada vez mais aperfeiçoados”, disse o socialista.

 

Questionado se esse ato seria obrigatório na Paraíba, o governador citou que é muito pouco provável, afirmando que o Estado tem uma “escola livre”.

 

“Eu continuo dizendo que na Paraíba nós temos uma escola livre. Temos uma escola em que o livre pensar é claro e determinado através de lei, através de decretos que faz com que a escola na Paraíba continue livre”, afirmou o governador.

 

Da Redação
Portal WSCOM