Jefferson diz que governo trata partidos da base como 'legendas prostitutas' - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

04/08/2005


Jefferson diz que governo trata

O deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), afirmou nesta quinta-feira à CPI “Mensalão” que o chamado núcleo duro do governo classifica os partidos aliados “como burguesia corrupta, legendas prostitutas, que se aluga.”

De acordo com Jefferson, o grupo, comandado pelo ex-ministro José Dirceu, nunca deixou que os partidos da base participassem do processo decisório do governo. “Eles não nos convidaram para participar das decisões, pensar o governo. Não distribuíram o poder, alugaram as legendas.”

O ex-presidente nacional do PTB declarou ainda que avisou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que o tratamento poderia ser prejudicial. “Eu avisei ao presidente. Também disse que o PTB é diferente, não é como o PMDB que tem a presidência do Senado, o que pode prejudicar o governo. Também que o PTB não é como o PP, que tem a presidência da Câmara e que pode prejudicar o governo”, disse Jefferson.

O deputado fluminense afirmou que um reflexo deste tratamento “de legenda prostituta” foi o fato de que nenhum projeto era negociado com os partidos da base. “Todos os projetos eram encaminhados e eles pagavam os deputados para aprovar, sem negociações. Sem que eles precisassem participar da elaboração da matéria.”

Lula e PT

Jefferson foi duramente questionado na CPI sobre o motivo pelo qual está tentando preservar Lula ao mesmo tempo em que culpa a antiga cúpula petista. Os parlamentares questionaram sobre o nível de desinformação do presidente sobre as atividades do PT, já que Lula já se classificou como “pai do PT”.

Para todas as perguntas feitas sobre este assunto, a resposta de Jefferson foi a mesma. “Não posso dizer que o presidente Lula sabia de alguma coisa. Quando eu falei com ele, senti que era um homem ferido de morte.”

Segundo Jefferson, todas as suas conversas com o ex-ministro José Dirceu foram em particular e que o ministro fez questão que fossem assim. “Talvez para se proteger”, avaliou.

Jefferson disse ainda que dinheiro de “mensalão” nunca foi destinado a parlamentares do PT. Segundo ele, é preciso fazer uma separação do que é dinheiro de caixa dois para campanha e verba para financiar o “mensalão” “Sempre me refiro [quando o assunto é ‘mensalão’] ao PP e ao PL. Nunca ao PT.”

Notícias relacionadas