Itália levará Battisti direto para Roma; Governo queria trazê-lo ao Brasil - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

13/01/2019


Itália levará Battisti direto para Roma; Governo queria trazê-lo ao Brasil

Italian ultra-leftist militant Cesare Battisti gestures during an interview with AFP in Cananeia, Sao Paulo state, Brazil on October 20, 2017. The Brazilian government wants to extradite former ultra-leftist militant Cesare Battisti to Italy, but will wait for the supreme court to resolve an habeas corpus filed by its lawyers to prevent it, Brazilian Justice Ministry Torquato Jardim said on October 13, 2017. Battisti was convicted of murder in his home country and has been on the run for decades. / AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL / TO GO WITH AFP STORY by ROSA SULLEIRO

A intenção do governo Bolsonaro de apresentar o italiano Cesare Batistti como um “troféu” acabou frustrada. Pela manhã, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, deu como favas contadas a versão de que antes de seguir para a Itália, Batistti viria ao Brasil, em avião da Polícia Federal, para o devido show midiático. O general anunciou a versão depois de reunião com o presidente no Palácio da Alvorada. Mas o premiê italiano Giuseppe Conte afirmou horas depois que ele será levado da Bolívia direto para a Itália.

Em uma mensagem no Facebook, Conte disse que Battisti chegará em Roma nas próximas horas, em um voo direto de Santa Cruz de La Sierra, onde ele foi preso na madrugada deste domingo.

“Estamos satisfeitos com esse resultado que nosso país espera há muitos anos”, escreveu o premiê, agradecendo o presidente Jair Bolsonaro –com quem disse ter falado– e as autoridades bolivianas.

Segundo anunciou o ministro da Justiça italiano, Alfonso Bonafede, Battisti será encaminhado para um presídio nos arredores de Roma. Sua chegada é esperada para esta segunda-feira (14).

Brasil 247