Itália elimina Rep. Checa e se classifica em primeiro do grupo - WSCOM

menu

Internacional

22/06/2006


Itália elimina Rep. Checa e

A Itália venceu a República Checa por 2 a 0, nesta quinta-feira, no estádio AOL Arena, em Hamburgo, e garantiu a primeira colocação do Grupo E da Copa do Mundo da Alemanha. Os gols foram marcados por dois reservas: o zagueiro Materazzi e o atacante Filippo Inzaghi. Já a República Checa está fora da Copa. A segunda colocação do grupo ficou com Gana, que venceu os Estados Unidos por 2 a 1.

Agora, falta definir os adversários de Itália e Gana nas oitavas-de-final. A seleção iItaliana vai enfrentar o segundo colocado do Grupo F, composto por Brasil, Austrália, Croácia e Japão. Já Gana encara o primeiro colocado do mesmo grupo.

Precisando apenas de um empate para garantir vaga nas oitavas-de-final, a Itália entrou em campo com apenas um atacante nato: Gilardino. Na vaga de Luca Toni, titular nas duas primeiras partidas da Copa, o técnico Marcelo Lippi escalou o meia Camoranesi, avançando Totti.

Já a República Checa entrou em campo com o atacante Milan Baros, recuperado de uma lesão no pé, que fez sua estréia na Copa. Logo aos 8min, ele protagonizou o primeiro lance de perigo da partida. Após receber ótimo lançamento de trivela do craque Nedved, Baros dominou a bola na área e chutou para boa defesa do goleiro Buffon, que fechou o ângulo.

Os checos estavam bem melhor em campo e ainda desperdiçaram pelo menos duas boas oportunidades de gol. Aos 11min, Nedved acertou uma bomba de canhota, de fora da área, mas Buffon fez ótima defesa. Aos 15min, novamente Nedved chuta de fora da área. Buffon espalmou e Jankulovski pegou o rebote da pequena área. Mas o goleiro italiano se recuperou a tempo e fez outra grande defesa.

Depois desse lance a sorte do jogo mudou. O zagueiro Nesta, considerado o xerife da zaga italiana, deixou o campo sentindo a virilha direita. Materazzi entrou no seu lugar e logo marcaria o primeiro gol do jogo.

A Itália, que sequer havia concluído uma bola ao gol checo, teve a sua primeira chance aos 25min. Totti chegou na linha de fundo pela direita e cruzou para Gattuso que deu uma testada de fora da área, consciente, mas por cima do gol. Um minuto depois, Materazzi abre o placar.

Totti cobrou escanteio da direita do ataque, o zagueiro italiano subiu mais alto que todo mundo e cabeceou, no canto direito, sem chances para o goleiro Cech. (Veja a animação do gol) Depois do gol, a Itália se fechou e a República Checa, nervosa, não conseguia mais incomodar o gol de Buffon. Aos 46min, o golpe decisivo: o meia Polak, que já tinha cartão amarelo, fez nova falta violenta e foi expulso.

Com um jogador a mais, a Itália entrou em campo no segundo tempo com o objetivo de matar logo o jogo. Logo aos 3min, Zambrotta rolou a bola para Totti na entrada da área. O jogador da Roma tentou encobrir o goleiro, mas Cech defendeu. Aos 5min, a oportunidade foi de Gilardino, que perdeu o gol cara a cara com o goleiro checo.

Aos 7min, Totti avançou pela direita e chutou cruzado, mas Cech espalmou para escanteio. No entanto, após a cobrança do córner, Stajner, que havia acabado de entrar no lugar de Poborski, puxou o contra-ataque e lançou Nedved, que teve grande oportunidade de empatar o jogo. Ele recebeu a bola livre, entrou na área e chutou em cima de Buffon.

Aos 15min, o técnico italiano promoveu a segunda alteração na equipe. Gilardino deixou o campo para a entrada de Filippo Inzaghi, que fez sua estréia na competição. Fora de ritmo de jogo, Inzaghi perdeu gol feito, aos 22min, após erro da defesa checa. Ele ficou na frente do goleiro Cech, mas conseguiu chutar a bola para fora.

Dois minutos depois, Nedved quase empatou a partida novamente. Ele recebeu belo passe de calcanhar de Stajner, mandou uma bomba de fora da área, mas Buffon fez novamente ótima defesa.

Aos 37min, Pirlo fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Inzaghi, que perdeu o gol mais feito da partida. Cech já estava batido no lance, mas o atacante cabeceou para fora. Aos 41min, no entanto, Inzaghi não perdoou. Ele pegou a bola sozinho no meio-campo, driblou o goleiro Cech e definiu o placar: Itália 2 x 0. (Veja a animação do gol)

Leia mais no site do Último Segundo

Notícias relacionadas