Irmãos presos acusados de assassinar, por vingança, jovem no 3º mês de gravidez - WSCOM

menu

Policial

14/04/2011


Irmãos presos acusados de assassinato

Crueldade

Foto: autor desconhecido.

{arquivo}A polícia prendeu na noite de quarta-feira, 13, os irmãos Gilberto Douglas Ramos Leôncio, 21 anos e Pedro Henrique Ramos Leôncio, de 18. Ambos confessaram terem participado do assassinato de Jussara Nunes da Silva, 17 anos ocorrido cerca de duas horas da prisão da dupla.

Gilberto e Pedro Henrique confessaram o crime e a polícia acredita que tenha sido por vingança, pois no final do mês passado a mãe deles, Ana Paula Ramos Leôncio e um irmão foram assassinados e tiveram os corpos esquartejados na comunidade São Rafael, em João Pessoa. Ontem, foi celebrada na comunidade São Rafael, no bairro do Castelo Branco, a missa de 30 dias das mortes de Ana Paula e um filho.

Jussara Nunes, segundo a polícia, se encontrava sentada num banco na rua da Lavanderia, na comunidade Padre Hildon Bandeira, bairro da Torre, quando chegaram dois homens numa moto, tendo o carona passado a atirar contra a mulher que estava no terceiro mês de gravidez que deixou um filho. No momento a jovem estava bebendo.

Enquanto guarnições da PM estavam no local do crime, policiais do Serviço de Inteligência do Comando Geral passaram a diligenciar e conseguiram descobrir e prender os dois irmãos.

Os irmãos foram levados para a Central de Polícia e apresentados ao delegado Osvaldo Braz, de plantão na Delegacia de Homicídios da Capital, Ele disse que vai ouvir familiares da vítima.

Vingança

A hipótese de vingança para o assassinato de Jussara Nunes da Silva pode estar relacionado ao duplo homicídio ocorrido na madrugada do dia 13 do mês passado na comunidade São Rafael, em João Pessoa, quando foram mortos Ana Paula Leôncio, 38 anos e o filho dela Lindenberg Ramos, 23. Eles tiveram os corpos esquartejados.

Na ocasião, os bandidos foram até a casa de Ana Paula a procura de um filho dela, Douglas (um dos presos ontem) e como não encontraram e para não darem viagem perdida resolveram praticar o crime.

O Serviço de Inteligência da Polícia Militar realizou diligências e prendeu os acusados. Na noite de ontem Jussara, que segundo informações, era amante de um dos acusados presos foi executada.

 

Notícias relacionadas