Iraque anuncia construção de refinarias e aumento da exportação - WSCOM

menu

Economia & Negócios

09/08/2005


Iraque anuncia construção de refinarias

Em entrevista coletiva concedida em Bagdá, o titular do Petróleo iraquiano ressaltou, além disso, que as exportações diárias de petróleo de seu país “aumentaram nos últimos meses”, apesar de “as sabotagens ainda serem o principal obstáculo”.

“O Iraque pretende aumentar sua capacidade de produção, além de construir novas centrais que lhe permitam adquirir mais produtos refinados. O plano é criar uma refinaria em Ku Sonjuk, no sul, e outra em Al-Nahrain, no norte, perto do rio Eufrates”, detalhou.

Al-Ulum ressaltou que, com este projeto, seu país deseja duplicar sua capacidade atual de refinado para chegar a 300.000 barris de combustível e reduzir assim a crescente demanda e as restrições de gasolina e de seus derivados no país.

O Iraque possui na atualidade três refinarias de petróleo, uma no bairro meridional bagdali de Al-Dura, outra na cidade setentrional de Baji e uma terceira na cidade de Basra, a segunda mais populosa do país.

No entanto, sua capacidade de produção está limitada pelas contínuas sabotagens, pelos danos deixados pela invasão dos EUA em março de 2003 e pela falta de manutenção nos anos do embargo.

Sobre as exportações de petróleo nacionais, o ministro ressaltou que a produção cresceu em junho em 150.000 barris e alcançou 1.600.000 unidades diárias nas jazidas do sul, sem dar cifras das da zona norte.

Em condições normais, o Iraque costuma exportar cerca de 800.000 barris diários dos campos setentrionais de Kirkuk, através do oleoduto que o une ao porto turco mediterrâneo de Ceyhan.

O maior problema foi o fato de as instalações petrolíferas em todo o país terem sofrido onze atentados só no mês de junho, disse Al-Ulum.

Notícias relacionadas