Intercalar musculação antes ou depois da corrida? Saiba mais - WSCOM

menu

Saúde

03/04/2017


Musculação antes ou depois da corrida?

SAÚDE

Foto: autor desconhecido.

Intercalar treinos de corrida com sessões de musculação é uma excelente alternativa para quem pretende ganhar mais resistência e velocidade no asfalto, além de prevenir lesões. Os exercícios com os pesos ajudam no ganho de massa muscular e oferecem melhor sustentação para movimentos repetitivos e no impacto da pisada.

Entretanto, o tema envolve uma das perguntas mais comuns para quem está começando a mesclar as duas modalidades nas academias: musculação antes ou depois do aeróbico?

Antes de dar a resposta definitiva para a questão, é preciso conhecer o perfil de quem está dosando a corrida com a musculação. O treino aeróbico pode ser feito tanto antes quanto depois da musculação, mas, para gerar resultados ainda mais positivos, tudo depende do objetivo do atleta, explica Guto Tomé, educador físico e proprietário da academia Fitsport, em Higienópolis, em São Paulo.

“Se a pessoa pretende correr longas distâncias, como uma meia-maratona ou uma maratona, deve priorizar a corrida antes da musculação. Se o objetivo está mais voltado para a perda de gordura (ou hipertrofia), o ideal é correr depois da musculação”, explica Guto sobre a musculação antes ou depois do aeróbico.

Hipertrofia antes do aeróbico
Se a sua meta é emagrecer ou ganhar músculos, opte por esta alternativa. O organismo utiliza o glicogênio muscular, uma espécie de reserva energética, assim que iniciamos um exercício físico. Quando essa reserva chega ao fim, o corpo começa a queimar gordura. Como a musculação em ritmo intenso consome mais glicogênio que a corrida, opte pela hipertrofia antes do aeróbico, uma vez que o corpo estará mais propenso à queima de gordura no momento das primeiras passadas.

Aeróbico em primeiro lugar
Em contrapartida, quando o objetivo é melhorar a resistência e ganhar mais fôlego para provas longas no asfalto, o aeróbico em primeiro lugar ajuda na utilização de oxigênio pelo corpo e oferece mais condicionamento para uma atividade de tempo longo.

A musculação voltada para a corrida reforça os músculos dos membros inferiores e das costas, auxiliando na postura durante a corrida – e o ideal é que, nesse caso (e se possível), seja realizada em períodos diferentes.

Cargas altas não são necessárias. Séries com esforço moderado com os pesos já são suficientes para que surjam os benefícios durante a corrida.

Notícias relacionadas