Inquéritos de Cozete e Aleni são requeridos pela CPI dos Bingos por proposta de - WSCOM

menu

Paraíba

26/08/2005


Inquéritos de Cozete e Aleni

O senador Efraim Morais, presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito dos Bingos, viu seu aprovado requerimento solicitando ao Ministério Público do Estado da Paraíba, cópia de qualquer processo ou investigação que envolva Cozete Barbosa, ex-Prefeita de Campina Grande, e de Aleni Rodrigues, ex-Secretária de Finanças do Município, em desvios de recursos da prefeitura.

Segundo Efraim, o requerimento objetiva esclarecer denúncia veiculada na mídia em geral e no próprio portal do Ministério Público da Paraíba na rede mundial de computadores, Internet, de que durante a gestão da Prefeita Cozete Barbosa, do PT, à frente da Prefeitura de Campina Grande, foram desviados centenas de milhares de reais dos cofres municipais para o Partido dos Trabalhadores.

Segundo o portal do Ministério Público da Paraíba, em matéria publicada de 19/08/2005, entre janeiro de 2003 a julho de 2004, a prefeitura campinense teria repassado R$ 800 mil para a agência de propaganda de Duda Mendonça, com base em um contrato informal. Como é de conhecimento geral, o publicitário Duda Mendonça foi o responsável pela campanha do Presidente Lula.

Ainda segundo a referida matéria, disse o Senador, o Ministério Público iria colher o depoimento da ex-secretária de finanças de Campina Grande, Aleni Rodrigues, na última segunda-feira, dia 22 de agosto passado, e em seguida repassar cópias para a CPMI dos Correios.

Segundo Efraim, ocorre que investigações levantadas pela CPI dos Bingos, apontam que no Rio de Janeiro, o Senhor Waldomiro Diniz, em meados de 2002, no exercício da presidência da LOTERJ, fora filmado extorquindo o empresário Carlos Augusto Ramos, do ramo de jogos, para captar recursos destinados a financiar campanhas de candidatos do Partido dos Trabalhadores.

“A denúncia reveste-se de grande importância pois poderá comprovar a ocorrência das mesmas práticas em outras Unidades da Federação, onde ocupantes de funções públicas, utilizam-se de seus cargos para captar recursos que seriam destinados ao financiamento de despesas do Partidos dos TrabalhadoresR21;.

Efraim Morais, encerrou sua justificativa dizendo que fundamental que a CPI dos Bingos também possa ter acesso aos processos e investigações em curso no estado da Paraíba, para o bom andamento das investigações.

Notícias relacionadas