Índia perde filha e família acusa hospital de negligência médica - WSCOM

menu

Policial

19/06/2018


Índia perde filha e família acusa hospital de negligência médica

Foto: autor desconhecido.

Uma índia perdeu o filho durante o parto na tarde desta segunda-feira, 18, no Hospital Militar Edson Ramalho, no bairro dos Estados em João Pessoa. De acordo com informações de Ednaldo, Cacique da Aldeia Vitória da tribo Indígena Tabajaras, que fica na Mata da Chico, no município de Conde, a criança nasceu morta devido negligência médica.

O Cacique disse que, a senhora Marcia Batista da Silva, 31 anos, havia sido encaminhada pelo PSF na terça-feira, dia 12, com recomendando o parto cesariana, já que a mulher não tinha condições clínica de ter parto normal, foi atendida e mandada de volta para casa, retornou na sexta, no domingo e por fim, nesta segunda-feira, já com a bolsa estourada, dando entrada naquela unidade Hospitalar às 8hs da manhã. Porém, só às 16hs, foi realizada o procedimento do parto cesariana, mas a criança já estava morta.

Os familiares acusam os médicos do Hospital Edson Ramalho, de negligencia médica e, a comunidade Indígena estaria se preparando para vir protestar na porta do Hospital, mas o cacique convenceu a todos a desistirem e que nessa terça-feira, 19, vai mover uma ação no MPPB contra o Hospital.

Notícias relacionadas