Ibope: Lula amplia vantagem sobre Alckmin - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

13/06/2006


Ibope: Lula amplia vantagem sobre

A pesquisa CNI-Ibope de intenção de voto para as eleições presidenciais mostra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva com 48% da preferência e Geraldo Alckmin (PSDB) com 19%, ampliando a vantagem em relação a levantamento realizado em março. A senadora Heloísa Helena (Psol) obteve 6% dos votos, Enéas Carneiro (Prona), 2%, Cristovam Buarque (PDT), 1% e José Maria Eymael (PSDC), 0%.

Os votos brancos e nulos alcançaram 12%. Outros 12% não souberam responder. O levantamento entrevistou 2.002 pessoas, entre os dias 5 e 7 de junho, em 143 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

A pesquisa CNI-Ibope está registrada no TSE sob o número 8308 /2006. O grau de confiança da pesquisa é de 95%.

No primeiro turno, em março, Lula aparecia com 43% e Alckmin com 19%. O cenário testado era diferente da pesquisa divulgada hoje, sem o canditado do PMDB. No levantamento anterior, Heloísa Helena obteve 5% e Anthony Garotinho, 14%. Brancos e nulos alcançaram 11%. Não souberam responder 8%.

Em um segundo turno entre Lula e Alckmin, o presidente obteve 53% das intenções. O ex-governador paulista ficou com 29%. Brancos e nulos alcançaram 10%. Não souberam responder 8%.

Na pesquisa CNI-Ibope de março de 2006, Lula aparecia com 49% da preferência e Alckmin com 31%. Enquanto Lula teve crescimento positivo, a variação de Alckmin está dentro da margem de erro da pesquisa.

Na pesquisa espontânea, realizada em junho, Lula alcança 32% dos votos e Alckmins apenas 8%. Heloísa Helena e o ex-prefeito José Serra (PSDB) ficam cada um com 1%. Outros candidatos somam 2%. Os brancos e nulos são 9% dos votos. Cerca de 46% não souberam responder.

Em março, Lula obteve 27% dos votos e Alckmin, 4%. Serra alcança 8% e Heloísa Helena, 1%. Outos candidatos somam 1%. Os brancos e nulos são 8%. Não souberam responder 50%.

Notícias relacionadas