Humorista Luana do Crato se apresenta neste domingo no Sesc Gravatá - WSCOM

menu

Entretenimento

10/06/2006


Humorista Luana do Crato se

Para quem pensa que domingo é um dia sem graça e se incomoda ainda mais quando percebe que a segunda-feira se aproxima precisa ir neste domingo, dia 11, ao Sesc Gravatá assistir o show de humor com Luana do Crato que se apresentará a partir das 14 horas.

Luana do Crato, personagem do ator cearense Luciano Lopes, é uma moça interiorana simples, pura e singela que detém o carinho do público por onde passa, principalmente os idosos e as crianças. Apaixonada por sua cidade natal, Crato no Ceará, Luana vive tentando consertar as armações da fofoqueira Marilac Futrica e tem como grande desejo conhecer artistas e circular como celebridade no mundo da fama.

Segundo Luciano Lopes, Luana é doméstica, apegada aos valores familiares e sonha em casar virgem ou ser enterrada de “capela”. Religiosa, seu principal bordão é “Ave Maria três vezes”.Para ele, a característica que mais agrada ao público é a forte interatividade do espetáculo. “As pessoas que chegam para a apresentação pede logo para brincar, fazer piada com eles”, conta.

A apresentação de Lucina do Crato faz parte do Projeto Caçuá das Artes da Aldeia Global que acontece todos os meses no Sesc Gravatá, abrangendo várias áreas de conhecimento, facilitando o acesso do público à arte. Inicialmente, o Projeto tem levado artes cênicas ao público, mas a proposta é que, posteriormente, a música e as artes plásticas possam integrar a programação. “Queremos, inclusive, levar ao Gravatá um pouco de arte erudita, como concertos – na área de música – para sair da habitual arte popular”, explica José Maciel, gerente do Sesc Centro João Pessoa.

O termo Caçuá das Artes foi escolhido pelo significado que as palavras têm. Caçuá é um cesto entrecruzado, retangular e de fundo côncavo que tem o objetivo de transportar mercadorias, muito utilizado na região Nordeste. Acomodada no ombro dos cavalos e jumentos, também é bastante usado para transportar crianças até o roçado ou ao mangue. Em termos literários, o caçuá transporta o fruto do trabalho nordestino. Nesse sentido, o transporte do trabalho cultural paraibano é feito pelo Caçuá das Artes, disseminando essa cultura para o grande público.

O Sesc Gravatá, de terça-feira a sábado, funciona como um espaço aberto à visitação de estudantes de escolas públicas e privadas, grupos de 3ªidade e empresas. Para os demais usuários, o Centro Campestre esta aberto aos sábados, domingos e feriados com entrada franca para comerciários e dependentes. Para o público que não possui nenhuma das carteiras do Sesc a taxa é de R$3,00, para os usuários matriculados 2,00 e os conveniados deverão pagar R$ 1,00. Crianças até 10 anos têm entrada gratuita.

O Centro Campestre do Serviço Social do Comercio de João Pessoa fica localizado no bairro do Valentina, em uma área remanescente da Mata Atlântica e possui igarapés de água cristalina, surgidas dos veios de água que brotam do solo. Essa água é represada num lago artificial, originando uma cascata. Também é possível conhecer espécies da fauna e flora típicas da Mata Atlântica, através das trilhas ecológicas.

Notícias relacionadas