Homicídios caem mais de 40% na cidade de São Paulo, diz governo - WSCOM

menu

Policial

15/04/2011


Homicídios caem mais de 40% em São Paulo

Foto: autor desconhecido.

O número de homicídios na cidade de São Paulo no primeiro trimestre de 2010 caiu 41% em comparação com igual período do ano passado, informou na manhã desta sexta-feira (15) o governador Geraldo Alckmin. O número relativo ao estado, segundo ele, diminuiu 18,9%.

Durante evento de entrega de carros e de homenagem a policiais no quartel da Rota, no Centro de São Paulo, Alckmin disse que pela primeira vez o estado atende aos índices estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Pela primeira vez em toda a série histórica o estado de São Paulo atende aos índices da OMS, que estabelece que seja abaixo de dez por cem mil habitantes. São Paulo chega a 9,52 no primeiro trimestre”, afirmou o governador.

O governador não adiantou os números dos outros indicadores – são 18 crimes no total –, mas o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, informou que houve um aumento no índice de alguns crimes contra o patrimônio, como roubo e furto de carros.

O secretário também afirmou que o governo se preocupa com todas as regiões do estado, mas que algumas vão demandar atenção maior, como Piracicaba, onde o número de homicídios aumentou. “Houve um aumento maior em Piracicaba de homicídios, bem maior do que nas outras regiões. Vamos analisar detalhadamente e vamos deslocar o policiamento para esses locais.”

Transparência

Segundo o governador, ainda nesta sexta os dados relativos ao primeiro trimestre e ao mês de março em específico serão divulgados. A publicação será mensal e ocorrerá aos dias 15 no site da Secretaria da Segurança Pública.

“Nós vamos começar publicando por distrito [policial] e, no futuro, podemos fazer até por bairro. Queremos transparência absoluta. Esse é o caminho, nós irmos cada vez mais divulgando.”

Questionado a respeito do grande número de policiais civis expulsos no último ano, o governador afirmou que isso foi necessário. Reportagem da edição desta sexta do jornal “Folha de S.Paulo” afirma que 219 policiais civis foram demitidos em 2010 – mais que o triplo dos casos registrados em 2009.

“O secretário Ferreira Pinto colocou bem que esse é um numero do qual não nos orgulhamos, mas ele é necessário. Nós queremos ter uma polícia extremamente preparada, séria. Casos excepcionais, seja de desvio de conduta, seja de corrupção, serão tirados da polícia.”

Reforma de delegacias

Ferreira Pinto também disse, no evento, que espera que ainda neste ano sejam iniciadas as reformas de 168 delegacias paulistas. "Estão em péssimas condições, algumas estão em situação de tragédia. Vamos começar [a reforma] assim que possível", afirmou.

Notícias relacionadas