Homem envolvido em dois homicídios em Santa Rita é preso - WSCOM

menu

Policial

18/09/2018


Homem envolvido em dois homicídios em Santa Rita é preso

Foto: autor desconhecido.

Em menos de 12 horas, após o crime, a polícia conseguiu prender um homem suspeito de ter praticado um homicídio em Santa Rita.  Felipe dos Santos Barros foi localizado por policiais civis e militares na tarde dessa segunda-feira (17). Ele é apontado pelos investigados como sendo o responsável pela morte de Alan Costa de Pinto, 20 anos, assassinado a tiros durante a madrugada dessa segunda-feira (17), no bairro de Marcos Moura, em Santa Rita.

No momento da prisão, Felipe se encontrava na companhia de outro homem, de nome Severino do Ramo Francisco da Silva, mais conhecido como “Chacal”. Os dois estavam na posse de armas e de um veículo que foi roubado por eles próprios.

De acordo com o delegado do Núcleo de Homicídios de Santa Rita, Diego Garcia, Felipe também possui ligações com outro homicídio. O policial explica que Felipe era amigo de infância de João Júlio Pereira da Silva, mais conhecido como “Júnior CD”, que também foi morto nessa segunda-feira (17), horas após o homicídio contra Alan.

“João Júlio não possuía antecedentes criminais, era um trabalhador, cidadão de bem. Acreditamos que foi morto em represália apenas por ser amigo de Felipe. Ele teve o corpo carbonizado e foi degolado. Restou evidenciado que “Júnior CD” não tinha envolvimento com a criminalidade, era amigo de infância de Felipe, estando com ele numa festa pouco antes de ser assassinado, provavelmente morreu em retaliação à morte de Alan.”, declarou o delegado.

Na delegacia, Felipe foi autuado pelos crimes de homicídio, assalto e porte ilegal de arma de fogo. Ele permanecerá preso pelos policiais civis até ser apresentado ao juiz durante a audiência de custódia, que definirá se o suspeito responderá pelos delitos em liberdade ou se recolhido em presídio.

Apesar da prisão de Felipe, as investigações ainda prosseguem para elucidar a morte de Júnior CD. As pessoas que tiverem informações sobre o caso poderão ajudar a polícia por meio do Disque Denúncia 197. As ligações são anônimas e sigilosas.