Homem é preso após esquartejar outro em ritual - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

02/02/2018


Homem é preso após matar outro em ritual

PARA FICAR RICO

Foto: autor desconhecido.

Um odor fétido chamou a atenção dos moradores da Segunda Travessa Tabelião Francisco Peixoto, em Moreno na Região Metropolitana do Recife (RMR). A vizinhança acreditava que o mau cheiro vindo da casa de Diego José Minervino Anjos dos Santos, de 26 anos, há cerca de quatro dias, era de animais mortos, já que segundo os populares, o homem tinha histórico de realizar rituais envolvendo sacrifícios.

Atendendo às denúncias, a polícia seguiu em busca do suspeito por volta das 19h desta quinta-feira (01). Diego foi identificado e detido no centro do município em seguida levado à residencia dele para prestar esclarecimentos. No local uma surpresa, o mau odor na verdade era de restos mortais humanos. Na casa foram encontradas partes de um braço e perna, mãos, arcada dentária e ainda uma cabeça em alto estágio de decomposição, com larvas de moscas dentro de um balde.

Diego vivia em condições sub-humanas. Ao ser questionado pela reportagem sobre quem seria a vítima e qual a motivação para o esquartejamento, ele afirmou que tinha um objetivo, "ficar rico".

Familiares de Diego tinham conhecimento da realização de rituais com animais

Segundo um parente que não quis ser identificado, Diego sempre teve um comportamento estranho, mas não fazia acompanhamento médico nem tomava remédios. "No dia-a-dia ele era normal, mas tinha algumas crises de vez em quando", afirmou o familiar.

Sobre os rituais envolvendo animais, o parente declarou ter conhecimento, mas não imaginava que ele poderia cometer algum crime. Segundo ele, Diego participava desde a infância desses rituais. 

Homem desaparecido pode ser a vítima esquartejava

A polícia suspeita que um homem morador da localidade e desaparecido desde o início de janeiro possa ser a vítima de Diego. O alcoólatra identificado apenas como Marcos é conhecido pela população como "Mau".

No dia 13 do mesmo mês do desaparecimento dele, policiais encontraram partes de um corpo esquartejado nas proximidades do Rio Jaboatão. Nesta quinta, o Instituto de Medicina Legal (IML) coletou os restos mortais encontrados no balde para testes de DNA. O Instituto de Criminalística (IC) realizou a perícia no local.

A população está chocada com a descoberta

Populares residentes do entorno da casa onde foram encontrados os pedaços de um corpo humano ficaram chocados. "Uma vez tinha galinha podre na casa dele, nós reclamamos, mas ele limpou. (…) Mas dessa vez tinha um cheiro muito forte, só que, a gente não imaginava que era de uma pessoa morta", declarou uma vizinha de Diego que não quis ser identificada.

Diego foi encaminhado ao DHPP

Após a identificação dos pedaços humanos em decomposição na residência de Diego, ele foi levado ao Deparmento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, no Recife.