Holanda vence Costa do Marfim e vai às oitavas com Argentina - WSCOM

menu

Internacional

16/06/2006


Holanda vence Costa do Marfim

Em um jogo bastante disputado, a Holanda garantiu vaga nas oitavas-de-final ao vencer de forma apertada a Costa do Marfim por 2 x 1, nesta sexta-feira, em Stuttgart. O resultado também classificou a Argentina, que goleou a Sérvia e Montenegro por 6 x 0.

Com o resultado, o time holandês chega para a rodada final, quarta-feira, precisando vencer a Argentina para passar como primeiro colocado do Grupo C. A Costa do Marfim despede-se do Mundial no mesmo dia, também às 16 horas (de Brasília), diante da também eliminada Sérvia e Montenegro.

Mais velozes em campo, os africanos subiam mais ao ataque no começo do primeiro tempo, mas sem eficiência. Os holandeses tentavam reagir com poucas jogadas de contra-ataque, porém, sem sucesso. Aos 16 minutos, Koné arriscou de fora da área e o goleiro Van der Sar fez defesa tranqüila.

Mesmo mais arrojados em campo, os “Elefantes” foram castiados com um gol adversário em lance de bola parada, aos 22 minutos. Em cobrança de falta pela esquerda da meia-lua, Van Persie soltou uma bomba de pé esquerdo, sem chances para o goleiro Tizié.

O time laranja aproveitou o embalo e marcou mais um, aos 26 minutos. Robben escapou da marcação na entrada da área e tocou para Van Nistelrooy entrar livre pela esquerda e chutar forte para o fundo das redes.

A respota marfinenses veio aos 32 minutos. Zokora recebeu na entrada da área, chutou forte e a bola explodiu no travessão. Com o jogo alternado, foi a vez de a Holanda arriscar em um lance polêmico. Robben avançou pela direita, entrou na área e chocou-se com o zagueiro, mas o juiz o penalizou com cartão amarelo por simular penalidade.

O equilíbrio da partida deu o empate à Costa do Marfim, aos 38 minutos. Baky Koné arrancou pela direita e mandou uma bomba cruzada, no ângulo de Van der Sar. Ainda houve tempo para cada equipe arriscar uma última vez. Primeiro Van Persie chutou forte para a defesa de Van der Sar. Do outro lado, Arouna Koné recebeu de Drogba, mas bateu por cima do gol.

Logo aos 4 minutos da etapa complementar, Touré arriscou de fora da área e Van der Sar fez defesa tranqüila. No minuto seguinte, Robben tocou para Nistelrooy na entrada da área, o atacante arriscou para o gol e Tizie faz boa defesa. Meité respondeu em seguida obrigando Van der Sar a trabalhar.

Aos 24 minutos, Robben chutou forte pela esquerda para defesa de Tizié, Van Nistelrooy pegou rebote, mas foi travado pela defesa marfinense. Precisando da vitória a qualquer custo, a Costa do Marfim se lançava ao ataque, mas não encontrava eficiência nas jogadas. Sentindo a pessão, o técnico holandês resolveu segurar o jogo. Sacou o atacante Van Nistelrooy e colocou o volante Landzaat, transformando o esquema 4-3-3 em 4-4-2.

A partir daí, a partida tomou o panorama que se esperava: a Costa do Marfim atacando e a Holanda se segurando. Tanto que aos 31 minutos, os africanos quase empataram. Após cobrança de escanteio, Drogba desviou de cabeça, a bola passaou por todo mundo e Van Persie salvou com o peito, em cima da linha.

O sufoco pra cima dos holandeses não terminava. Aos 35, Yapi Yapo arriscou bom chute da entrada da área e Van der Sar pegou firme no centro do gol. Mas a vontade dos marfinenses não foi suficiente para superar o rival, que conseguiu suportar o perigo até o fim e se garantiu na próxima fase do torneio.

Veja mais no site do Último Segundo

Notícias relacionadas