Hemocentro inicia campanha de doação - WSCOM

menu

Paraíba

30/08/2005


Hemocentro inicia campanha de doação

A campanha “Doador Brasileiro, Sangue Bom” do hemocentro de João Pessoa será aberta nesta quinta-feira (1), às 8 horas, na Praça João Pessoa, na Capital. A programação promovida pela Secretaria Estadual da Saúde se estende até o final do mês.

Este evento busca obter o doador com perfil diferenciado, preocupado com a sua saúde e a de seu semelhante, co-responsável pela manutenção do estoque de sangue necessário à comunidade na qual está inserido, segundo afirmou Célia Ferreira, diretora interina do Hemocentro.

No próximo sábado (10), das 8h às 16h, será realizada coleta de sangue, no bairro do Rangel, como parte das ações do Ciranda de Serviços. A equipe da unidade móvel do Hemocentro vai distribuir folhetos informativos visando à sensibilização dos doadores para este importante gesto.

A programação das coletas externas prossegue no dia 14, na Faculdade de Medicina e no 21 no Tribunal de Justiça, das 8 às 16 horas.

De acordo com Célia Ferreira, a rede tem cadastrado cerca de 50 mil doadores. Deste total, 5 mil são considerados doadores fidelizados, pois fazem de 2 a 3 doações por ano. Segundo ela, os doadores são voluntários e espontâneos.

A coordenadora de Assistência Social do Hemocentro de João Pessoa, Maria das Neves Pereira, disse que o hemocentro atende 23 hospitais, cobrindo 100% dos leitos do Sistema Único de Saúde e mais os leitos de planos de saúde. Em João Pessoa existem mais de 1.700 doadores/mês, dos quais 8% são mulheres. “Temos otimizado todos os esforços para manter a disponibilidade do estoque de sangue regular. Contamos com sangue seguro e com a solidariedade da população”.

Maria das Neves diz que os pré-requisitos para se tornar um doador é ter mais de dezoito anos e no mínimo 50 kg. Todas às vezes em que se doa, o sangue é avaliado para determinar se existem doenças transmissíveis (AIDS, Hepatite, Sífilis, Chagas, etc).

Se houver a suspeita de doenças, o sangue não é utilizado e o doador é avisado. Por essa razão, o doador de sangue tem a vantagem de submeter-se a um “check-up” periodicamente, inteiramente gratuito.

Notícias relacionadas