Grupo de trabalhadores ganha, mas não leva R$ 120 milhões da Mega-Sena - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

10/04/2011


Trabalhadores ganham, mas não levam mega

Má sorte

Foto: autor desconhecido.

A polícia de Fontoura Xavier, no interior do Rio Grande do Sul, está investigando um suposto golpe aplicado em um grupo de funcionários da Secretaria de Obras da cidade. Eles teriam ganhado, num bolão, um prêmio de mais de R$ 120 milhões da Mega-Sena.

Os trabalhadores, que ganham em média salários de R$ 700, teriam acertado os seis números, mas não conferiram o bilhete. Pouco tempo depois do sorteio, um deles se lembrou que tinha escolhido as dezenas sorteadas. No dia seguinte, ele foi atrás do bilhete, mas o papel havia sumido. Quando o grupo finalmente pensou que tinha recuperado o bilhete premiado, o papel se referia a um bolão anterior.

O caso foi parar na polícia após o grupo descobrir que o bilhete premiado estava nas mãos de um empresário da cidade. Seis meses após a confusão, a polícia concluiu que houve troca dos bilhetes.

Cinco pessoas estão sendo acusadas de estelionato, falso testemunho e formação de quadrilha. Entre os suspeitos está o ex-secretário de Obras de Fontoura Xavier. Ele também participou do bolão junto com os funcionários da secretaria.

O ex-secretário mora em uma casa de luxo na cidade e não quis falar com a reportagem sobre o assunto. Já o empresário que retirou os mais de R$ 120 milhões não é visto na cidade há pelo menos dois meses.
 

Notícias relacionadas