Grupo chinês faz oferta de R$ 100 milhões para comprar clube do Brasileirão - WSCOM

menu

Esporte

02/05/2019


Grupo chinês faz oferta de R$ 100 milhões para comprar clube do Brasileirão

Rafael Tenório não deu detalhes sobre a negociação, mas deixou claro que o comprador não tem interesse em mudar o nome do CSA.

Uma bomba caiu em Maceió nesta quinta-feira, um dia após o empate heroico do CSA contra o Palmeiras, por 1 a 1. O presidente, Rafael Tenório, confessou em entrevista ao site Alagoas 24 horas que um grupo de investidores chineses está muito perto de comprar o clube. As cifras giram em torno de R$ 100 milhões e seria em um modelo parecido com o que é hoje o Bragantino com o Red Bull Brasil, mas sem mudar o nome da instituição.

 

Rafael Tenório não deu detalhes sobre a negociação, mas deixou claro que o comprador não tem interesse em mudar o nome do CSA. As mudanças seriam apenas na área administrativa e os alagoanos passariam a ser um ‘clube empresa’, como hoje é o Botafogo de Ribeirão Preto, por exemplo, que trabalha com uma direção profissional, com metas e cargos.

 

“Isso é uma das coisas das quais não abrimos mão. O CSA tem uma tradição centenária, uma torcida e uma história mundial. Nós iremos acordar isso, mas o nome Centro Sportivo Alagoano permanecerá para sempre. O que mudará será o investimento, a administração. Nada que interfira em nossa paixão. Eles não demonstraram nenhum interesse do tipo. Estamos negociando uma marca que é forte, ninguém teria interesse em acabar com ela”.

 

Além disso, Tenório garantiu que grupo de investidores demonstrou interesse em construir uma nova arena para o CSA. Atualmente o clube joga no estádio Rei Pelé, que pertence ao Governo do Estado de Alagoas.

 

“Os investimentos são altos e a empresa acenou com a vontade de construir uma arena, investir mais na base e tornar o CSA ainda mais forte do que está hoje. Isto tem sido estudado há algum tempo. Surgiu esta proposta de tornar o clube privado, estamos iniciando um processo de negociação comercial e que possamos dar continuidade a esta conversa”, disse.

 

 

 

Com informações F1
Portal WSCOM