Grêmio vence o Cruzeiro e fica a uma vitória do título gaúcho - WSCOM

menu

Futebol

24/04/2011


Grêmio fica a uma vitória do gaúcho

Falta uma

Foto: autor desconhecido.

O Grêmio está a uma vitória do título gaúcho. Neste sábado o time venceu o Cruzeiro por 3 a 2 no estádio Passo D’Areia. Leandro, William Magrão e Rafael Marques marcaram os gols do Grêmio. Claudinho e Léo Maringá descontaram para o Cruzeiro.

Como foi o campeão do primeiro turno, o Grêmio precisa de uma vitória na decisão do segundo turno para ficar com o título. Caso perca, terá a chance de disputar a final do campeonato contra o vencedor do segundo turno. Juventude e Inter se enfrentam amanhã para decidir o segundo finalista.

A má notícia ficou por conta do goleiro Victor, que deixou o gramado ainda no primeiro tempo, com dores no ombro após uma dividida no alto. O jogador será avaliado e é dúvida para os próximos jogos.

Renato Gaúcho surpreendeu na escalação, colocando Lúcio na lateral-esquerda e escalando William Magrão no meio-campo na companhia de Fábio Rochemback e Adílson. Mesmo com os três volantes, o Grêmio foi quem partiu para o ataque.

O garoto Leandro fez um belo gol e garantiu a vantagem no primeiro tempo. Mas nem tudo foi motivo de festa para o Grêmio. O goleiro Victor se chocou com o atacante Mauro e teve que sair de campo aos 36 minutos com suspeita de luxação no ombro.

O segundo tempo foi eletrizante. O Cruzeiro conseguiu empatar duas vezes, mas o Grêmio teve qualidade para voltar a ficar na frente. Um gol de Rafael Marques, aos 29 minutos, assegurou a vitória de 3 a 2.

Na terça-feira, às 19h30, o Grêmio recebe a Universidad Católica pela Libertadores. Será o jogo de ida das oitavas-de-final da competição sul-americana.

O jogo

O Grêmio mandou aviso com 50 segundos. William Magrão apareceu no ataque e o goleiro Fábio teve que espalmar o chute que ia no gol. Aos 7 minutos foi Claudinho que cabeceou e Victor segurou com tranquilidade.

Aos 33 minutos o Cruzeiro chegou pela direita. Victor teve que dividir com o atacante Mauro, que estava pronto para cabecear. No lance, o goleiro machucou o ombro e teve que ser substituído dois minutos depois.

Foi aos 41 minutos que o Grêmio tirou o zero do placar. Borges lançou Leandro; o garoto cortou o zagueiro e chutou para fazer 1 a 0. Adilson quase ampliou aos 44: ele arriscou de longe, o goleiro Fábio tocou na bola e ela ainda explodiu no travessão.

O Cruzeiro conseguiu o empate logo no primeiro minuto da segunda etapa. Márcio cobrou falta e Claudinho cabeceou para fazer 1 a 0. O Grêmio quase voltou a ficar na frente em uma jogada parecida, mas Borges acabou cabeceando para fora. Aos 6 minutos, William Magrão tratou de colocar a diferença contando com a sorte. Ele chutou de longe, a bola desviou no zagueiro e entrou no cantinho: 2 a 1. Aos 8 minutos, Borges foi atropelado pelo zagueiro, mas o árbitro não marcou pênalti.

Mauro quase voltou a empatar aos 13 minutos. O atacante se livrou da defesa do Grêmio e acertou a trave de Marcelo. Léo Maringá não perdoou aos 17. Ele aproveitou o cruzamento que veio da intermediária e cabeceou para fazer 2 a 2.

Aos 29 minutos, Rafael Marques aproveitou uma cobrança de falta de Rochemback e fez 3 a 2 para o Grêmio. Três minutos depois, Alberto fez falta forte em Leandro, recebeu o segundo cartão amarelo e o Cruzeiro ficou com um a menos.

Notícias relacionadas