Governo incentiva produção de inhame agroecológico em áreas indígenas da Paraíba - WSCOM

menu

Paraíba

09/03/2018


Governo incentiva produção de inhame agroecológico em áreas indígenas da Paraíba

Foto: autor desconhecido.

Melhorar as técnicas de cultivo de inhame com foco na produção agroecológica. Este foi o principal objetivo da oficina de capacitação promovida pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), uma unidade da Gestão Unificada, destinada aos produtores indígenas do município de Marcação, no Vale do Mamanguape, pertencente à região administrativa de João Pessoa. A ação ocorreu nesta semana e atendeu solicitação da Prefeitura local, por meio do secretário municipal de Agricultura, Igor Rocha dos Santos.

A programação da capacitação, entre aulas teóricas e práticas, envolveu ensinamentos sobre escolha do terreno e preparo de solo, época e métodos de plantio, cultivares recomendadas e propagação, adubação e tratos culturais. Foram discutidas também questões relacionadas às principais doenças, controle de pragas, análise e custos de implantação, além da colheita e comercialização.

Na oportunidade, a bióloga Sandra Vidal, da Emater, proferiu palestra de sensibilização sobre os impactos ambientais das atividades agropecuárias das comunidades rurais do município, alertando os agricultores presentes no sentido de evitarem o uso de agroquímicos, o desmatamento e as queimadas. Marcação tem uma área de cultivo de inhame estimada em mais de 25 hectares, com uma produtividade em torno de 10 mil quilos por hectare, que garante a subsistência dos indígenas. O excedente é comercializado nas feiras livres dos municípios vizinhos.

Segundo o assessor estadual da cultura do inhame, o engenheiro agrônomo Herrique Paz de Oliveira, um dos instrutores do curso, o inhame é uma das hortaliças de alto valor nutritivo e energético e desempenha importante papel socioeconômico no Nordeste brasileiro.  Nesta região concentram-se cerca de 100% de todo o inhame produzido no Brasil e os maiores produtores são estados da Paraíba e Pernambuco. As variedades cultivadas na Paraíba são inhame Costa e Cará São Tomé.

De acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2016, a área cultivada com inhame na Paraíba é de 3.758 hectares, registrando uma produtividade média de 7.917 quilos por há e uma produção de 34.913 toneladas. Os principais municípios produtores são: Alhandra, Araçagi, Alagoinha,Conde, Caaporã,Guarabira, Pitimbu, Pedras de Fogo, Itapororoca e Sobrado.

Notícias relacionadas