Governo Federal destina R$ 34 milhões para Bolsa Estiagem; paraibanos tem até 2º - WSCOM

menu

Economia & Negócios

27/10/2005


Governo Federal destina R$ 34

Os produtores rurais paraibanos atingidos pela estiagem têm até a próxima segunda-feira, 31, para se cadastrar e receber o Auxílio Emergencial Financeiro (Bolsa Estiagem) do Governo Federal. Serão destinados R$ 34 milhões para o atendimento extraordinário de agricultores nordestinos e mato-grossenses-do-sul que moram em municípios em situação de emergência ou estado de calamidade pública.

Os produtores rurais devem procurar as entidades oficiais de assistência técnica e extensão rural, preencher a declaração de aptidão e apresentar a carteira de identidade e o CPF. Os agricultores que atenderem às exigências do Bolsa Estiagem receberão, em parcela única, R$300.

Aproximadamente 100 mil famílias devem ser beneficiadas. Os pré-requisitos para obtenção do benefício é ter renda mensal de até dois salários mínimos, ter perdido pelo menos 50% da produção e que não participam do Programa Garantia Safra.

A lista dos beneficiários deverá ser divulgada até 11 de novembro no sítio eletrônico www.pronaf.gov.br.

O Auxílio Emergencial Financeiro é parte do Programa de Resposta aos Desastres, que o Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil, coloca em prática em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Desde o último dia 5 o Bolsa Estiagem é pago a 98.046 famílias moradores de 688 municípios gaúchos, catarinenses e paranaenses. As normas para a concessão do benefício foram definidas por comitê gestor interministerial que reúne representantes dos Ministérios da Integração Nacional, das Cidades, da Defesa, do Planejamento, do Orçamento e Gestão, do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social.