Governo do Estado deve construir casas para desabrigados em Sousa - WSCOM

menu

Paraíba

31/05/2008


Governo do Estado deve construir



Moradia interditada pela Defesa Civil

O coronel Lima Irmão, gerente da Defesa Civil estadual, enviou para a superintendência da Companhia Estadual de Habitação Popular – Cehap, ofício solicitando a construção em caráter de urgência de 60 unidades habitacionais para famílias que tiveram suas casas destruídas pelas enchentes na cidade de Sousa, Sertão da Paraíba.

Segundo Lima Irmão, que esteve pessoalmente em alguns bairros afetados pelas enchentes, a solicitação faz parte da determinação do governador Cássio Cunha Lima dentro do programa assistencial do Governo do Estado a vítimas das enchentes. No ofício está relacionado, inclusive, os bairros onde aconteceram as maiores perdas por parte das famílias sousenses.

Nesta quinta-feira 29, o coronel Lima Irmão iniciou inspeção em cidades afetadas pelas chuvas que vem caindo no Estado desde o início do mês de março para ter conhecimento dos danos causados e, inclusive, o número de imóveis destruídos ou danificados pelas enchentes.

O primeiro município visitado foi Carrapateira onde o gerente da Defesa Civil estadual conversou com o secretário de Ação Social, Júnior Pombo. Na ocasião, além de ter conhecimento sobre as perdas, solicitou daquele representante agilização no enviou do Avadan, documento onde constam as avarias, tanto da zona rural, como também na zona urbana.

Lima Irmão está programando uma agenda de visitas aos municípios, dentro da determinação do governador Cássio Cunha Lima, para conhecer in-loco os problemas causados pelas chuvas. “Somente com o Avadan os municípios têm direito os recursos do governo federal”, lembrou o gerente da Defesa Civil.

Dos 123 municípios afetados e que já estão com situação de emergência decretada pelo Governo do Estado, mas de 70 por cento ainda estão com documentação incompleta.

O gerente da Defesa Civil estadual disse ainda que já enviou ofícios as prefeituras para que os prefeitos agilizem a documentação. Lima Irmão lembrou que está disponibilizando técnicos do órgão, no Centro Administrativo estadual, na Capital, para atender os gestores municipais.

Notícias relacionadas