Globo suspende apresentador após polêmica em jogo; clube quer processar - WSCOM

menu

Esporte

06/12/2018


Globo suspende apresentador após polêmica em jogo; clube quer processar

Lucas Strabko, o Cartolouco, apresenta o programa "É Gol" ao lado de Domitila Becker

Lucas Strabko / Imagem meramente ilustrativa

O jornalista esportivo Lucas Strabko, do canal SporTV, da Rede Globo, foi suspenso por três dias por conta de uma polêmica envolvendo o clube de futebol Fortaleza.

Cartolouco, como é conhecido, foi filmado no jogo Ceará e Vasco, pela última rodada do Brasileirão 2018, junto com a torcida da casa. Nas imagens, ele diz: “O Ceará tem dono, filho. Fortaleza é pequenininho”.

 

De acordo com apuração do UOL, além da suspensão e desconto dos dias no salário do profissional, Strabko ainda está na “geladeira” e a emissora estuda uma data para a volta dele aos vídeos.

 

A reportagem conversou com o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, que disse ter entrado em contato com a emissora. “Eu falei com o pessoal da Globo, falei com eles. Disse que não achava que era postura correta de um grupo tão sério, que tem parceria, que tem contrato de direitos e não seria atitude correta de profissional deles. De xingar e estimular violência, querer diminuir clube”, disse ele.

 

Paz ainda relatou que o clube está estudando tomar medidas judiciais contra o apresentador. “Passei para nosso advogado analisar. Um profissional de imprensa não pode se prestar a esse papel. Ele fez uma zoação da primeira vez, a torcida ficou chateada, ele pediu desculpas e ele repete a mesma ação e dessa vez eu acho que de caso pensado, porque ele já sabia da repercussão das atitudes dele”, afirmou.

No Instagram, Cartolouco fez um post onde justifica o que aconteceu:

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Olha isso. É difícil não se envolver. Quando você se torna um jornalista esportivo, naturalmente perde o sentimento pelo clube de coração – sim, é verdade, não tenha dúvida. Todo mundo tem um time quando moleque. Eu não fui diferente, mas perdi complemente a paixão – o que é doído, porque a essência do futebol é torcer. Saiba: já comemorei muito gol contra ele em estádio. Essa minha proximidade com o Ceará despertou aquela velha paixão cega de torcedor, que passa dos limites e, por muitas vezes, é desinteligente. Eu fui para o Ceará sem estar trabalhando. Eu fui para curtir a convite da galera que gosto demais. Eu tinha que estar ali. Meu 2018 ficou marcado com Lisca e por esse carinho sensacional do Ceará. Nunca imaginei que um estádio gritaria uma música para mim. Nunca imaginei que seria um dos puxadores de uma torcida tão gigante e apaixonada. Sempre fui fã de torcidas organizadas. A festa nasce ali. E vendo de dentro, é impossível não se emocionar. O Ceará despertou uma emoção de volta ao menino Lucas, que hoje acabou se tornando o Cartolouco com suas responsabilidades. O velho coração de torcedor falou mais alto – para viver a flor da pele e para se fazer o que não deveria.

Uma publicação compartilhada por Cartolouco / Lucas Strabko (@cartolouco) em

Com informações Uol / Portal WSCOM