Gervásio diz que Paulo Guedes foi 'evasivo' e interpretou mal o 'tchutchuca'; Julian cita provocação ao ministro - WSCOM

menu

Política

04/04/2019


Gervásio diz que Paulo Guedes foi ‘evasivo’ e interpretou mal o ‘tchutchuca’; Julian cita provocação ao ministro

Na imagem, o deputado federal diplomado Gervásio Maia

O deputado federal paraibano Gervásio Maia (PSB) se mostrou desapontado com a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal, que acabou em confusão, ontem. Nesta quinta-feira (4), Gervásio disse que o ministro foi evasivo e que os deputados esperavam mais.

“O ministro esteve lá e foi extremamente evasivo. Imaginamos que ele fosse levar um levantamento completo de todo o impacto financeiro, até porque se aprovada a reforma da previdência, nos próximos 20 anos, pouco mais de 90% das perdas recairá sobre os que ganham menos”, disse à Arapuan Fm.

A ira de Guedes ao ser chamado de ‘tchutchuca’ pelo deputado Zeca Dirceu (PT-PR) foi causada por uma má interpretação, segundo Gervásio. O socialista apontou que o ministro reagiu de forma não equivalente ao que foi falado.

“Não entendi bem na hora. O deputado que se dirigiu ao ministro estava dizendo que para os bancos ele era carinhoso e para a classe trabalhadora é rude, e de repente ele fez uma outra interpretação. Chamou o deputado de idiota, disse que tchutchuca era a mãe e  a vó dele”. comentou.

Julian aponta provocação ao ministro

Já o governista Julian Lemos declarou que o Zeca buscou provocar o ministro, por ser de uma ‘oposição ultrarradical de esquerda’.

“O desempenho de Paulo Guedes é absoluto. O que na realidade ficou incompreensível para qualquer pessoa pacífica e ordeira foi a forma que a oposição ultrarradical da esquerda fez com Paulo Guedes. Tentou fazer catimba, tirar ele do sério e provocar aquilo que se viu”, opinou.

Por Redação / Portal WSCOM