Gama ignora cenário e supera o Náutico - WSCOM

menu

Mais Esporte

20/08/2005


Gama ignora cenário e supera

Sem torcida, contra um adversário na zona de classificação para a próxima fase, que vinha de grande resultado (4 a 0 sobre o Bahia), o Gama surpreendeu nesta sexta-feira e conquistou sua primeira vitória no histórico do confronto com o Náutico: 2 a 0.

Com este placar, o time do Distrito Federal chega a 22 pontos, salta da 17ª para a 15ª colocação na Série B do Campeonato Brasileiro e deixa de freqüentar a zona de rebaixamento.

O curioso é que o Náutico tinha motivos para se considerar favorito nesta sexta-feira. O time pernambucano havia goleado o Bahia por 4 a 0 na rodada passada e tem campanha muito melhor que a do Gama (aparece na sétima colocação, com 27 pontos).

Além disso, os pernambucanos nunca haviam sido superados pelo Gama. Nos quatro confrontos anteriores, o Náutico obteve dois empates e duas vitórias.

Nesta sexta-feira, porém, o time dirigido por Roberto Cavalo acumulou sua terceira derrota consecutiva em partidas disputadas longe de sua casa e perdeu a oportunidade de se aproximar de uma das oito vagas na seqüência da Série B.

O confronto começou equilibrado e os dois goleiros trabalharam pouco no primeiro tempo. A situação só mudou quando o jogador Miltinho, do Náutico, foi expulso de campo. “Deveria ter tirado você no intervalo”, disse o técnico Roberto Cavalo ao jogador.

Com um homem a mais, o Gama ainda contou com grande colaboração do goleiro Marcelo Pitol. Aos 16min, Bruno Soares arriscou de fora da área. O chute saiu sem força, bateu no solo e entrou no canto direito do goleiro, que demorou demais para cair.

Depois do gol, o Náutico não conseguiu reagir. Perdido em campo, o time pernambucano ainda viu o Gama aumentar sua vantagem aos 38min. Goeber conduziu a bola desde a intermediária, colocou entre as pernas de Aldivan, invadiu a área e chutou cruzado para marcar.

Notícias relacionadas