Funcionário do Detran é preso por cobrar propina de usuários - WSCOM

menu

Policial

28/04/2011


Funcionário do Detran cobrava propina

Desonestidade

Foto: autor desconhecido.

O funcionário do Detran de Sapé há 24 anos e ex chefe da 8ª Ciretran de Sapé, Antônio Tavares de Sá Filho, mais conhecido como Tonho, foi preso nesta quinta-feira, 28, graças a operação Sentinela, realizada conjuntamente pela Corregedoria do Detran e da Delegacia de Sapé. Participaram da operação cerca de 20 policiais entre civis e agentes da Corregedoria do Detran.

Havia várias denúncias contra o funcionário que persuadia usuários do Detran a deixá-lo resolver pendências com o órgão e dessa forma, além de ficar os documentos de registro do veículo, ainda se apropriava das taxas pagas para regulamentação das pendências. As investigações duraram cerca de dois meses. Mais de 40 pessoas foram enganadas pelo funcionário. Vários documentos que comprovavam a fraude foram encontrados.

“Tal operação faz parte de uma investigação minuciosa promovida pelo DETRAN em todas as CIRETRANS da Paraíba no sentido de resgatara a credibilidade do DETRAN e dos funcionários de bem, as investigações continuaram e novas prisões iram ocorrer”, disse o corregedor do DETRAN, o delegado Wallber Virgolino.

Ele agia da seguinte forma: no momento em que os usuários procuravam a 8ª Ciretran de Sapé, Tonho oferecia seus serviços, prometendo rapidez e praticidade, ele cobrava o pagamento de uma espécie de contribuição ilícita (propina) para ajudar nos custos. O acusado então se apropriava dos CRVs dos veículos dos usuários, mas não resolvia as pendências.

O funcionário foi indiciado nas dos artigos: Art. 312 (peculato apropriação) e Art. 316 (concussão), todos do Código Penal Brasileiro, com observância do comando da Lei n.º 8.429/1992 (Lei de Improbidade Administrativa). Ele foi encaminhando para Cadeia Pública de Sapé, onde está a disposição da Justiça.
 

Notícias relacionadas