Fuba defende "repensar" Folia de Rua, avalia carreira e vê dias difíceis no país - WSCOM

menu

Paraíba

02/02/2018


Fuba defende "repensar" do Folia de Rua

HOMENAGEM CONFETE

Foto: autor desconhecido.

O cantor e compositor Fuba concedeu entrevista ao Portal WSCOM, nesta sexta-feira (2), dia em que começa o Folia de Rua de João Pessoa. Nesta data, ele será homenageado pelo bloco "Confete & Serpentina", a partir das 20h00.

Na oportunidade, ele falou que é preciso repensar o modelo atual do Folia de Rua, avaliou a sua carreira e afirmou que vê dias dificeis para a cultura no país.

WSCOM – O significa o Folia de Rua para sua vida e história? 

O folia de rua é uma conseqüência de um projeto que nasceu despretensiosamente chamado Muriçocas do Miramar. A folia não pertence a ninguem! É um movimento espontâneo que hoje se consolida no inconsciente coletivo da cidade e abraçou todos os bairros. Como um dos fundadores, me sinto orgulhoso e ciente de sua importância para a história e a cultura da cidade.

WSCOM – Como vc encara o futuro levando em conta o passado pioneiro via Muriçocas do Miramar? Vc acha que as novas geracoes vão manter tudo isso?

As Muriçocas deixou de ser um bloco e passou a ser um movimento cultural. Faz parte da cidade e foi tombada como bem imaterial, eternizando-se!! É compromisso das futuras gerações preservá-la e fortalece-la como um instrumento de auto estima e orgulho do nosso povo.

WSCOM – Como principal produtor , artista e lider, que vc acha indispensavel de agora em diante para ter auto sustentaçao e atualidade? 

É necessário repensar nosso carnaval. É indispensável que esse projeto seja transformado como principal produto turístico cultural da cidade além de firmar parcerias importantes entre o poder público e o privado. Os blocos tbm devem se organizar melhor para não dependerem apenas dos sucessivos governos. Para que so fomentem essas parcerias é necessário planejamento e dirimir metas. Acho que ainda pensamos pequeno!

WSCOM – Você está sendo Homenageado pelo Confete & Serpentina. O que isso representa?

Uma honra ser homenageado por esse bloco que resiste na idéia de revitalizar o nosso centro histórico e fortalecer nossa auto estima.

WSCOM – Vais cantar no Bloco? 

Darei com certeza minha canja, como sempre faço todos os anos. Feliz por ter sido lembrado e ainda mais feliz saber encontrar boas e alegres amizades.

WSCOM – Quem são os compositores e interpretes que vc mais gosta de ver e curtir?

A música brasileira é muito rica! Gosto do que é bom e me faz bem, não importa o ritmo ou o estilo musical. O importante é tocar a alma na melodia, no ritmo e na mensagem.

WSCOM – O que vai ser o Muriçocas do Miramar 2018? Alceu está mesmo confirmado? 

Esperamos uma grande festa e o encontro de todas as tribos numa só alegria. Teremos a participação do Combo X na concentração ( ex Nação Zumbi) e vários grupos de cultura popular a exemplo da Nação Maracaiba, Urso Amigo Batucada, maracatú Baque Mulher e de uma escola de samba. O estandarte esse ano foi feito por Karina Oliveira e ficou belíssimo. Nos trios teremos vários artistas dos mais variados ritmos. No meu trio, por exemplo, teremos a participação dos homenageados Antonio Barros e Cecéu além de Maíra que interpretará sucessos dessa dupla em ritmo de frevos. Ainda teremos Os Gonzagas, Banda Nagibe, Alceu Valença, trio Carnavalha com Seu Pereira, Banda Mafiota e Madu Ayá, Forro Bacana, Capilé, entre muitos outros que abrilhantarão a Via Folia.

WSCOM – Qual o futuro e novos projetos de Mestre Fuba de agora em diante?

O momento está difícil no Brasil e não vejo luz no fim do túnel nem vontade política para se fortalecer a cultura. Uma das coisas q tenho pensado é reativar o Projeto Seis e Meia e o samba da Vela. Tenho procurado parceiros tanto aqui como em outros Estados. Enquanto dias melhores não chegam, continuo compondo, escrevendo e planejando projetos

Notícias relacionadas