Frei Anastácio destaca diálogo entre Governo e professores - WSCOM

menu

Política

14/04/2011


Frei destaca diálogo com professores

aprendendo

Foto: autor desconhecido.

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) registrou nesta quinta-feira, 14, no plenário da Assembléia Legislativa, a audiência que os professores do Estado tiveram com a área econômica do Governo do Estado. “Eu quero elogiar o bom diálogo realizado na audiência de ontem, da qual também participei. Acho que o governo está aprendendo com os erros que já cometeu ao não dialogar com os movimentos sociais”, disse o parlamentar.

“Ontem foi diferente e espero que, de agora em diante, o governo se comporte com as outras categorias, como fez com os professores, apresentando propostas”, disse o parlamentar. O deputado não revelou quais as propostas que serão analisadas na assembléia geral dos professores, que será realizada nesta sexta-feira.

Protesto

O petista registrou ainda o protesto que os moradores do município de Remígio realizaram ontem, para chamar a atenção pela falta de água no município. “O Governo do Estado tem que agir sem esperar pelos recursos do Plano de Aceleração do Crescimento, PAC II. Espero que mais na frente, não seja alegado que o Governo Federal é o culpado pela não reconstrução da barragem de Câmara”, alertou o deputado acrescentando que o povo da região do Brejo está desesperado, esperando por água.

Campanha da CNBB

O parlamentar também destacou o lançamento da Campanha “Dê Oportunidade – medidas socieducativas, responsabilizam, mudam vidas”.  

O deputado lembrou que uma das prioridades do terceiro mandato dele é a defesa da criança e do adolescente.
O petista lembrou que após refletir com representantes dos movimentos sociais e populares, que enfrentam a problemática vivida pelas crianças e adolescentes em nosso Estado, solicitamos a reativação da Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes da Assembléia Legislativa da Paraíba. “A Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes terá como finalidade, promover a interlocução entre os poderes Legislativo, Executivo, Judiciário e Setores Organizados da Sociedade Civil”, explicou.

Notícias relacionadas