Focco faz campanha para impedir candidatura de acusados de crimes graves - WSCOM

menu

Política

20/07/2009


Focco faz campanha para impedir

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), encabeçado pelo Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco), está coletando assinaturas para um projeto que pede a exclusão de candidaturas de políticos acusados de crimes graves, até que estes resolvam sua situação na Justiça.

Até agora, foram recolhidas mais de 900 mil assinaturas em todo o país. Na Paraíba, a expectativa é de conseguir aproximadamente 20 mil assinaturas. Os postos de coleta estão localizados no Parque Solon de Lucena (Lagoa), Casas da Cidadania, DCE/UFPB, Receita Federal, Conselho Regional de Contabilidade e nos órgãos públicos que compõem o Focco.

O projeto também busca mecanismos de impedir que políticos renunciem ao cargo público evitar a apreciação de processos contra eles na justiça. Além disso, a pena de inelegibilidade pode subir de três para oito anos, para tornar mais difícil a candidatura de envolvidos em processos na justiça.

Maiores informações podem ser obtidas nos sites do MCCE e do Focco.

Notícias relacionadas