Flu de Felipe estréia na Sul-Americana com vitória sobre o Santos de Giovanni - WSCOM

menu

Mais Esporte

18/08/2005


Flu de Felipe estréia na

Felipe atuou em dois tempos do jogo contra o Santos. Giovanni entrou no intervalo e só jogou um contra o Fluminense. Assim, o tricolor carioca venceu o alvinegro paulista por 2 a 1, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira à noite, na estréia das duas equipes na Copa Sul-Americana.

Felipe iniciou as jogadas dos dois gols do Flu, marcados por Tuta, na etapa inicial, e Gabriel, no segundo tempo. Giovanni, pelo Santos, entrou na etapa final e deu nova movimentação à equipe paulista, começando a jogada que terminou com o gol de Élton.

A equipe carioca entrou em campo com sua formação titular e jogou melhor durante a primeira etapa. O meia Felipe foi, mais uma vez, o destaque do time, criando boas jogadas. Já o Santos, por conta das muitas lesões, foi a campo com um time misto e sucumbiu diante dos cariocas.

A vitória confirma a boa fase do Fluminense, que venceu quatro das últimas cinco partidas. As outras três, todas pelo Brasileiro, foram sobre Vasco, Atlético-MG e Fortaleza.

No entanto, o placar não dá folga ao time de Abel Braga. Uma vitória simples do Santos no jogo de volta garante a equipe do litoral paulista na próxima fase. Fluminense e Santos decidirão a vaga para as oitavas-de-final na Vila Belmiro, em data ainda indefinida.

Quem se classificar, enfrentará o vencedor do confronto argentino entre Banfield e Estudiantes. Na primeira partida, jogando em casa, o Banfield venceu por 2 a 0.

Neste fim de semana, as duas equipes brasileiras voltarão a dar atenção ao campeonato nacional para a disputa da 21ª (última) rodada do primeiro turno. No domingo, os cariocas enfrentarão o Palmeiras, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 16h.

O último compromisso do Santos no primeiro turno do Brasileirão também será em casa. No domingo, às 18h10, a equipe receberá o Figueirense.

O jogo

O Fluminense começou a partida atacando e, logo aos 7min, criou uma boa chance de gol, através de Felipe. O meia avançou pelo meio, balançou na frente de Zé Elias e chutou de fora da área. Saulo, encoberto, defendeu no susto.

Aos 21min, a equipe carioca envolveu o Santos em boa jogada na entrada da área. Tuta recebeu passe na linha da grande área e, diante de Rogério, se jogou. O árbitro Leonardo Gaciba marcou pênalti. Embora o lateral-direito Gabriel seja o cobrador oficial do Fluminense, o Tuta se apresentou para bater e Saulo defendeu no lado direito.

O auxiliar levantou a bandeira indicando que o goleiro santista se adiantou, provocando a revolta dos jogadores paulistas. Na segunda cobrança, o atacante mudou de lado, mas acertou o travessão, desperdiçando a chance de abrir o placar.

Na seqüência do jogo, a equipe da casa seguiu com mais posse de bola, buscando jogadas pelos dois lados do campo. O Santos buscou o ataque em jogadas de contra-ataque, mas teve as melhores chances em cobranças de falta de Léo Lima, aos 30min e aos 39min. Nas duas, Kleber teve dificuldade para defender.

Por muito pouco o Fluminense não marcou o seu gol aos 41min. Felipe fez ótima jogada individual pelo lado direito e, com a perna esquerda, chutou buscando o ângulo direito de Saulo. A finalização tocou na trave depois de um toque sutil do goleiro. A bola percorreu toda a extensão do gol e sobrou para Gabriel, que também acertou a trave.

Depois de tanto insistir, o Fluminense abriu o placar, aos 42min, depois de mais um lance de categoria do meia Felipe. O jogador acertou belo passe em profundidade para Tuta, que se redimiu das cobranças de pênalti desperdiçadas, e apenas desviou do goleiro.

Com Giovanni no lugar do zagueiro Rogério, o Santos voltou para a segunda etapa envolvendo a defesa do Fluminense. Aos 6min, Léo Lima cobrou falta rasteira e ninguém tocou na bola, que bateu na trave esquerda de Kleber. Quatro minutos depois, Giovanni fez bom passe para Flávio, na direita. O lateral, ex-jogador do Fluminense, cruzou para a área e Élton, livre, empatou a partida.

Mas o branco que deu na equipe carioca no início da segunda etapa passou quando Felipe voltou a mostrar seu bom futebol. Aos 18min, o meia driblou Zé Elias e fez ótimo passe para Beto, pela direita. O atacante cruzou rasteiro para Gabriel, que novamente deixou o Fluminense em vantagem: 2 a 1.

No restante da segunda etapa, ambas as equipes se alternaram no ataque e o Santos buscou pressinar o Fluminense. Mas as boas defesas de Kleber e a segurança da defesa carioca, impediram o empate.

Fluminense

Kleber; Gabriel Santos, Igor e Milton do Ó; Gabriel, Romeu (Preto Casagrande), Arouca, Felipe e Juan; Beto (Tiuí) e Tuta (Juninho)

Técnico: Abel Braga

Santos

Saulo; Flávio, Ávalos, Rogério (Giovanni) e Wendel; Zé Elias, Élton, Luiz Alberto e Léo Lima (Luís Henrique); Diego e Douglas (Geílson)

Técnico: Gallo

Local: estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Leonardo Gaciba (RS/Fifa)

Auxiliares: Altemir Hausmann (RS/Fifa) e Roberto Braatz (PR/Fifa)

Cartões amarelos: Saulo (S), Arouca (F), Élton (S)

Gols: Tuta, aos 42min do primeiro tempo; Élton, aos 10min, Gabriel, aos 18min do segundo tempo

Notícias relacionadas