Flamengo vence e aumenta crise do Corinthians - WSCOM

menu

Mais Esporte

05/06/2006


Flamengo vence e aumenta crise

O calvário do Corinthians continua. Neste domingo, o Flamengo foi até o Morumbi e derrotou os donos da casa por 2 a 0, aplicando a quarta derrota consecutiva dos paulistas no Campeonato Brasileiro e mantendo a equipe do Parque São Jorge na zona do rebaixamento e sob a ira de seus torcedores.

Por sua vez, os cariocas se livraram de entrar na zona de risco e avançaram na tabela, alcançando os 14 pontos e se fixando na zona de classificação para a Copa Sul-Americana, que premia os 11 primeiros colocados.

Já o Corinthians se mantém com apenas nove pontos após dez rodadas e terá aquilo que não pretendia: passar os 40 dias de recesso do certame entre os quatro últimos colocados, o que deverá deixar o clima no clube ainda mais tenso.

Na véspera da partida contra o Flamengo, os torcedores corintianos já haviam invadido o treinamento da equipe e cobrado melhores resultados. Contudo, mais uma derrota e outra atuação apática da equipe deverá deixar os torcedores muito mais irritados.

“A cobrança em time grande é normal e a gente entende. Isso é por causa dos maus resultados. Empenho e determinação não está faltando. Sou um dos mais experientes do elenco e assumo a responsabilidade para não afetar os mais jovens”, minimizou neste domingo o meia Roger, um dos principais alvos dos torcedores que invadiram o treino e que mais uma vez jogou mal.

Menos mal que com os quase 40 dias sem jogos Geninho levará a equipe para um período fora de São Paulo – Águas de Lindóia e Atibaia – e poderá, além de entrosar o time, recuperar os contundidos Gustavo Nery e Carlos Alberto. Além disso, após a Copa receberá os argentinos Tevez e Mascherano e o meia Ricardinho, todos no Mundial.

Já o time rubro-negro, com o triunfo, aliviou de vez a situação do técnico Ney Franco, que chegou ao clube após uma mal explicada demissão do treinador Waldemar Lemos, que contava com a simpatia dos jogadores e torcedores.

Esse foi o quarto jogo do time sob o comando de Ney Franco e o treinador acumulou o segundo triunfo consecutivo, já que na última rodada complicara um outro paulista – o Palmeiras -, também na zona do rebaixamento.

“Taticamente fomos perfeitos. Não foi só superação. Nossa equipe foi para o ataque e deixou a defesa muito bem protegida. Não corremos nenhum risco de tomar gol em contra-ataque”, vibrou Ney Franco.

Com os 40 dias sem jogos, o técnico terá tranqüilidade para conhecer melhor o seu elenco e recuperar os lesionados Leonardo Moura, Ramírez e Luizão, considerados peças-chave para a decisão da Copa do Brasil, que a equipe disputará contra o Vasco nos dias 19 e 26 de julho.

O título do torneio, que garantirá vaga na Libertadores de 2007, é considerado prioridade na Gávea e aliviaria até a pressão por melhores resultados no Brasileiro. Para isso, o elenco titular ficará treinando no Rio de Janeiro, enquanto alguns reservas representarão o Fla em uma excursão ao nordeste.

Agora, os clubes só voltam a campo pelo Brasileiro em julho. No dia 12 – uma quarta-feira -, o Corinthians viaja até Belo Horizonte, onde vai encarar o Cruzeiro, no Mineirão, às 21h45. Já o Flamengo joga no dia 13 de julho, no Maracanã, contra o Paraná, às 20h30.

O jogo – O jogo começou truncado e com os times abusando das jogadas pelo meio, que eram facilmente neutralizadas pelas defesas. O Flamengo foi o primeiro a optar pelos flancos e levou muito perigo aos 16min.

Renato invadiu a área pela esquerda e chutou forte para defesa de Silvio Luiz, que espalmou para escanteio. Na cobrança de Peralta na segunda trave, Renato Silva escorou para Obina, que sozinho na pequena área cabeceou e Eduardo, em cima da linha, salvou o Corinthians.

Sem inspiração, os donos da casa esperavam um lampejo de Nilmar para conseguir chegar à área do Fla. Depois de algumas tentativas sem sucesso, o atacante finalmente furou o ferrolho carioca aos 33min, quando chegou a tirar o goleiro Diego do lance, mas foi travado por Juan no momento do chute, com o gol aberto.

“Foi fraco [o primeiro tempo]. Não criamos muito e ficamos longe do gol”, reconheceu o volante Marcelo Mattos, do Corinthians. “Até acho que chegamos bem à frente, mas temos de arriscar mais”, disse o atacante Peralta, do Flamengo.

E o uruguaio caprichou logo no primeiro minuto do segundo tempo. Obina invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, rasteiro. Peralta apareceu sozinho no meio dos zagueiros e completou no alto, abrindo o placar.

O Corinthians se mandou todo para frente e Rafael Moura perdeu a chance do empate aos 4min, ao cabecear para fora após cruzamento na área. Contudo, levou outro duro golpe aos 13min, quando Obina arriscou de fora da área e acertou o canto esquerdo de Silvio Luiz, ampliando para o Fla.

Geninho então sacou Eduardo e Xavier e colocou Renato e Marcelinho Carioca. Aos 17min, Rubens Júnior acertou o travessão de Diego. Depois Igor entrou na vaga de Roger e o time foi todo para frente.

Mas o Flamengo, com Vinicius Pacheco e Toró nas vagas de Peralta e Minhoca, passou a ter mais gás e conseguiu superar a pressão paulista. O zagueiro Marcus Vinícius, aos 41min, puxou Vinicius Pacheco e foi expulso.

O Flamengo, com um a mais, passou a trocar passes e ouviu sua torcida no estádio gritar “olé” a cada toque na bola. Do outro lado, os torcedores do Corinthians vaiavam seus jogadores.

CORINTHIANS

Silvio Luiz; Eduardo (Renato), Marcus Vinícius, Sebá e Rubens Júnior.; Xavier (Marcelinho Carioca), Marcelo Mattos, Rosinei e Roger (Igor); Rafael Moura e Nilmar

Técnico: Geninho

FLAMENGO

Diego; Marcelinho, Renato Silva, Arroz e Juan; Jônatas, Léo Medeiros, Renato e Walter Minhoca (Toró); Peralta (Vinicius Pacheco) e Obina (Diego Silva)

Técnico: Ney Franco

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)

Auxiliares: Roberto Braatz e Gilson Bento Coutinho (PR)

Cartões amarelos: Marcus Vinícius (C), Rubens Jr. (C), Sebá (C), Léo Medeiros (F), Jônatas (F), Toró (F)

Cartão vermelho: Marcus Vinícius (C)

Gols: Peralta, a 1min, e Obina, aos 13min do segundo tempo

Notícias relacionadas