Fisioterapia Neurofuncional capacita para tratamento de adultos e idosos - WSCOM

menu

Paraíba

13/03/2018


Fisioterapia Neurofuncional capacita para tratamento de adultos e idosos

Foto: autor desconhecido.

“Existe uma robusta demanda no mercado de trabalho de fisioterapeutas especialistas na área de neurofuncional”. A afirmação da professora e fisioterapeuta Nícia Farias, coordenadora da Especialização emFisioterapia Neurofuncional do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê, se dá pelo aumento da expectativa de vida e também, consequentemente, do número de doenças neurológicas, como Acidente Vascular Encefálico (AVE), Doença de Alzheimer e Doença de Parkinson.

“A procura por reabilitação para abrandar as complicações ocasionadas por essas patologias aumentou”, iniciou a docente. “Nos últimos anos, a Fisioterapia tem se destacado como uma das profissões de maior atuação no mercado de trabalho, em específico no campo da Neurofuncional. Isso surge devido às mudanças ocorridas no perfil epidemiológico da população geral, na medida em que as disfunções neurofuncionais podem acometer todas as idades e classes sociais”, continuou.

Segundo Nícia, a necessidade de se especializar nessa área “torna-se extremamente importante” tendo em vista o aperfeiçoamento dos conhecimentos na reabilitação de pessoas que sofrem com as mais diversas disfunções do sistema nervoso, “elevando o padrão de qualidade das condutas e intervenções”.

Fisioterapia Neurofuncional no Unipê

A professora informou aos profissionais interessados que a Especialização fornece um aprimoramento de habilidadescompetências e atitudes no atendimento fisioterapêutico de afecções neurológicas em adultos e idosos, nas fases neurocrítica e crônica, permitindo uma oportunidade de crescimento e destaque na profissão.

“O vasto número de módulos práticos, sobretudo com atendimentos aos pacientes, favorece a experiência e potencializa as características necessárias ao perfil do profissional da área. Soma-se a isso um corpo docente bem estruturado, composto por profissionais de referência em todo o país”, acrescentou. São módulos teórico-práticos e atividades de prática supervisionadas em clínica e hospitais de referência que fornecem uma abordagem completa por meio diferentes formas de intervenção e reabilitação.

Com duração de 19 meses e aulas quinzenais, o que oportuniza aos profissionais continuarem trabalhando por fora, as inscrições para a Especialização estão abertas em unipe.br/pos. Aos concluintes, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Educação Continuada do Unipê concede certificação de especialista.

Notícias relacionadas