Filme quilombola da Paraíba vai à São Paulo - WSCOM

menu

Entretenimento

25/08/2018


Filme quilombola da Paraíba vai à São Paulo

Foto: autor desconhecido.

 Primeiro, a exibição no próximo domingo (26/08) e em 02/09 (domingo) do curta-metragem “A Roda das Gerações do Coco”, realizado por estudantes da EMEIF José Albino Pimentel e integrantes do Grupo Clamores Antigos da comunidade quilombola Gurugi-Ipiranga (PB) no 29º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, o Curta Kinoforum. A previsão para exibição pública na Paraíba será no curso Diálogos: Cinema, Educação e Direitos Humanos – Curso de Iniciação à Pedagogia do Cinema, a ser realizado entre 10 e 13 de outubro em João Pessoa. Segundo, o intercâmbio pedagógico de práticas de cinema na escola entre professoras das escolas da comunidade quilombola Gurugi-Ipiranga (PB) e de Campinas (SP).

 “A Roda das Gerações do Coco”, co-dirigido pelos estudantes em parceria com os professores mediadores Manoel Cosmo, Felipe Leal Barquete e Ana Bárbara Ramos, narra o encontro entre crianças do grupo Clamores Antigos com os integrantes mais velhos da dança de roda do Novo Quilombo da comunidade quilombola Gurugi-Ipiranga. O curta foi um dos 109 de 711 filmes selecionados para a seção brasileira, compondo a programação de 323 obras a serem exibidas no festival. O Curta Kinoforum é um dos mais tradicionais festivais de cinema do país, que se caracteriza como a principal janela de exibição para curtas-metragens, com curadores da Finlândia, França, Holanda, Portugal e Brasil, além de contar com parcerias latino-americanas e europeias importantes.

 O intercâmbio pedagógico entre professores, equipe pedagógica e crianças, proposto e financiado pelo projeto Inventar com a Diferença (UFF/RJ), ocorreu em julho de 2018 entre a professora paraibana Jaquicilene Ferreira da Silva Alves, da EMEIF José Albino Pimentel, e a diretora educacional paulistana Simone Silva, do CEI Agostinho Páttaro. Na Escola José Albino, se realizou oficina de cinema, exibição de cineclube com filmes realizados no CEI Agostinho Páttaro e diálogo com professores. Por meio do CEI Agostinho Páttaro, também aconteceram exibições de filmes realizados na Escola José Albino, visitas a centros de formação e em escolas que trabalham com cinema e educação, além de diálogos com professores da Faculdade de Educação da Unicamp sobre o tema.

 A realização de filmes e o intercâmbio pedagógico entre professores na comunidade quilombola Gurugi-Ipiranga é parte de um processo arte-educativo implementado pelo Grupo Semente Cinematográfica durante a segunda edição do projeto Inventar com a Diferença: Cinema, Educação e Direitos Humanos (UFF/RJ) e da Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais. Esse processo visa o ensino-aprendizagem através da arte, por meio da construção ativa de conhecimento e produção colaborativa de estéticos e discursos não-hegemônicos, tendo em conta o estímulo do imaginário dos estudantes e a valorização da cultura local. Contou com apoio do Tintin Cineclube, Centro de Artes do Estado da Paraíba (Cearte), doGrupo de pesquisa em Jornalismo, Gênero e Educomunicação da UFPB e da Prefeitura Municipal do Conde.