FIES: novo prazo para complementar dados da lista de espera é 23 de maio - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

02/05/2018


FIES: novo prazo para complementar dados da lista de espera é 23 de maio

Também foi prorrogado para 10 de maio o prazo para renovação do contrato

Foto: autor desconhecido.

Candidatos à lista de espera do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) que não complementaram as informações no sistema FIES até 25 de abril ganharam uma segunda chance. Esta semana, o Ministério da Educação (MEC) prorrogou para 23 de maio o prazo para a realização do procedimento. Também foi adiado para 10 de maio o prazo para a renovação do contrato do FIES par estudantes que já estão na graduação por meio desta modalidade de financiamento.

O sistema FIES Seleção destaca que a complementação deve acontecer no prazo de até três dias úteis após a divulgação da pré-seleção. Apesar do tempo dado aos candidatos, é importante realizar a etapa o quanto antes para evitar imprevistos. “Apesar de não ter tido problemas em relação aos documentos [enviados], o site do FIES estava bastante lento e eu só consegui após muitas tentativas”, lembra Ariel Barros, estudante de Medicina Veterinária.

A decisão de prorrogação foi tomada pela Secretaria de Educação Superior (Sesu), do MEC. Em 2018, está prevista a oferta de 310 mil vagas, sendo 100 mil ofertadas a juros zero para candidatos que comprovem renda per capita familiar de, no máximo, três salários mínimos. No entanto, caso o estudante não realize a complementação de dados, não poderá ingressar na graduação pelo FIES.

Vagas no ensino superior, segundo Inep

Realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Censo da Educação Superior 2016 apontou que foram oferecidas no respectivo ano mais de 10,6 milhões de vagas em cursos de graduação. A rede privada ofertou 9.911.651 do total de vagas (93%) e a rede pública, 750.850 vagas (7%).

Entre as mais de 10,6 milhões de vagas, 73,8% corresponderam a vagas novas e 26,0%, vagas remanescentes. Das novas vagas, 33,5% foram preenchidas, enquanto apenas 12,0% das vagas remanescentes foram ocupadas no mesmo período.

No que tange à rede de ensino, o Brasil possui 2.407 Instituição de Ensino Superior (IES) das quais apenas 296 são públicas e 2.111 são privadas. Segundo o Censo, havia 8.052.254 de estudantes matriculados em 4.366 cursos de graduação. Entre os quase 3 milhões de alunos que ingressaram nos cursos de educação superior, 82,3% foram para instituições privadas. Os dados foram divulgados em agosto de 2017.

Poucas vagas para a lista de espera do FIES

Barros foi convocada para a lista de espera do FIES e ingressou na faculdade, no segundo semestre de 2017, com financiamento de 95%. Apesar do percentual e da quantidade de vagas ofertadas na rede privada, a estudante destaca que “a princípio, tinha apenas uma vaga na lista de espera do curso que desejava”.

Opções mais vantajosas para a graduação

A oferta de poucas vagas para a graduação pelo FIES pode ser uma realidade para estudantes que ficam na lista de espera. Para não correr o risco de não ingressar no curso desejado, é importante que o estudante considere outras possibilidades que podem, inclusive, ser mais vantajosas, como é o caso das bolsas de estudo.

Ofertadas a juros zero e com até 70% de desconto nas mensalidades, as mais de 240 mil bolsas de estudo do Educa Mais Brasil estão disponíveis em todo o país. A quantidade equivale apenas aos cursos de graduação, mas o programa possui ainda bolsas de estudo para pós-graduação, educação básica, cursos técnicos, cursos de idiomas, e muitas outras modalidades.