Festival Balaio Pop leva atrações para Patos - WSCOM

menu

Entretenimento

10/06/2006


Festival Balaio Pop leva atrações

Patos vai sediar a 3ª edição do Festival Balaio Pop patrocinado pelo FIC. O Festival Balaio Pop leva suas atrações nos próximos dias 15, 16 e 17 para o município de Patos, no sertão paraibano. As apresentações, que acontecerão a partir das 20h30, na rua Bossuet Wanderley, no centro da cidade, trazem este ano a marca da diversidade e da autenticidade cultural produzidas do Litoral ao Interior da Paraíba e Pernambuco, divulgando a riqueza das expressões regionais.

A terceira edição do Balaio Pop tem o patrocínio do Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos (FIC) e da Saelpa/Celb. O impulso dado pelo FIC e Saelpa/Celb permitiu que esta edição do Festival fosse mais ampla, com a realização de nove shows.

Atrações

A programação do Balaio se caracteriza por uma intensa diversidade. Em Patos, o público vai poder assistir à apresentação de Zabé da Loca, maestrina de uma banda de pífano, do município de Monteiro, além do grupo Mundo Livre S. A., do movimento Manguebeat de Recife. Em outra atração, a riqueza sonora e performática do trabalho de Escurinho vai se encontrar num mesmo palco com a inovação do som instrumental jazz/samba/rock do grupo Aerotrio, de Campina Grande – PB.

Também se apresentam, no palco do Balaio Pop, Chico Correa e Electronic Band, Derreis, o guitarrista Zé Filho e o grupo Star 61 (todos da Paraíba) e Maciel Salu (filho do Mestre Salu) e o Terno do Terreiro e Erasto Vasconcelos ( de Pernambuco).

As atrações da terceira edição do Balaio Pop têm uma história arraigada na interação de correntes culturais da mais erudita produção popular ou da mais popular erudição regional, se assim podemos dizer. Todos com vivência e aprendizado instituídos nos autênticos representantes e antecessores do que podemos chamar de produção cultural com responsabilidade, como Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro.

Intercâmbio

O intercâmbio que revela a diversidade do que é produzido no Litoral e Interior da Paraíba e de Pernambuco mostra uma identidade entre os dois estados numa produção musical em que a responsabilidade cultural torna evidentes uma luta e uma bandeira: a resistência aos apelos do interesse financeiro que criou uma indústria da produção cultural e artística que atua em todos os recantos. Essa indústria deixa a identidade cultural distante das novas gerações.

Objetivo

O Balaio Pop- A idéia da criação do Balaio Pop é do produtor Petrônio Andrade e o objetivo, segundo ele, é promover tanto a interação entre as diversas tendências da criação musical como a interiorização de eventos que proporcionam esses encontros, a exemplo do Fenarte, Porto Musical, Abril Pro Rock, Recbeat, entre outros. “Esses eventos servem de vitrine para a produção musical de todo País e por que não promover a interiorização desses movimentos?”, questionou.

Programação:

Quinta-feira – 15 de junho

Abertura da programação ( Zabé da Loca, Maciel Salu e o Terno do Terreiro, Chico Correa e Electronic Band e Derréis)

Sexta-feira- 16 de junho

Apresentações de Erasto Vasconcelos, Zé Filho e Star 61

Sábado – 17 de junho

Apresentações de Escurinho, Mundo Livre S. A. e Aerotrio.