Fernando Meirelles explica como foi seleção para Cannes - WSCOM

menu

Economia & Negócios

02/05/2008


Fernando Meirelles explica como foi

Os organizadores do Festival de Cannes anunciaram a inclusão de mais um filme dirigido por um brasileiro na competição oficial: Blindness , de Fernando Meirelles, inspirado no livro ‘Ensaio sobre a Cegueira’, de José Saramago, não só passa a integrar a lista como terá o privilégio de abrir a disputa pela Palma de Ouro do festival, que começa no dia 14. Com estréia prevista para 12 de setembro no Brasil, Blindness traz o relato de uma misteriosa epidemia de cegueira que se abate sobre uma cidade moderna.

“Sinto-me tão feliz quanto nervoso com este espaço que nos foi dado. Sei que Ensaio Sobre a Cegueira não é o filme mais adequado para anteceder um coquetel e uma festa e sei também que algumas pessoas se sentirão incomodadas com a história, apesar de não haver nada que seja apelativo ou de mau gosto no filme”, disse Meirelles, por meio de um comunicado oficial.

Ele explicou também o convite tardio: “Há 15 dias, fomos colocados numa espécie de limbo em relação à Cannes. Houve um convite para abrir o festival, mas, para a minha surpresa, o distribuidor francês não aceitou. Ele achava que o filme deveria estar na competição. Só que em Cannes os filmes de abertura em geral não competem. Instalou-se assim um impasse. Finalmente foi aberta uma exceção”.

Ao lado de Blindness, foram convidados também os filmes Two Lovers, do americano James Gray, e Entre les Murs, do francês Laurent Cantet. Com isso, a seleção oficial passa a contar com 22 longas, entre eles Linha de Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas.

Notícias relacionadas