Feriado prolongado começa com chuva no Nordeste; pelo menos quatro Estados têm p - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

21/04/2011


Chuva castiga estados do Nordeste

ESTRAGLOS

Foto: autor desconhecido.

O feriadão de Semana Santa começou com mau tempo em pelo menos três Estados nordestinos. Em Pernambuco, Bahia e Alagoas, as chuvas causaram deslizamentos de terra, alagamentos de ruas e quedas de barreiras.

Nesta quinta-feira (21), a Coordenadoria de Defesa Civil do Recife (Codecir) registrou 92 ocorrências. Foram 29 solicitações de lonas plásticas, 43 pedidos de vistorias e 14 deslizamentos de pequeno porte, além de cinco desabamentos de muros e um desabamento parcial de um imóvel. Ninguém ficou ferido.

No bairro de Boa Viagem, uma árvore caiu sobre um carro, mas ninguém ficou ferido. Já na periferia, diversos bairros ficaram debaixo d’água nesta quinta-feira (21).

Na noite de quarta-feira, a apresentação da peça "A Paixão de Cristo" teve de ser cancelada, pois houve problemas com a instalação elétrica. De acordo com os organizadores do evento, a exibição do espetáculo esta noite está garantida, mesmo que a chuva persista.

A Defesa Civil do Município adotou plantão especial para o feriado e atende à população 24h pelo telefone 0800 081 3400. A ligação é gratuita.

A chuva que cai desde o início da semana também provocou a interdição de uma ponte na rodovia estadual PE-27, situada na região metropolitana do Recife, que foi prejudicada com a erosão no terreno. Os municípios de Moreno e Bonança ficaram sem água por conta das precipitações que ocorrem na RMR.


Bahia

Em Salvador, a Defesa Civil registrou 24 ocorrências nesta quinta-feira (21). A principal delas foi o desabamento de parte de uma casa em uma favela conhecida como Bairro da Paz. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. As demais solicitações se tratavam de ameaças de desabamento e deslizamento (13), desabamento de muro (01), deslizamento de terra (07) e ameaça de queda de árvore.

No início da manhã, as más condições climáticas também contribuíram para intensificar um congestionamento que atingiu 70 km na BR-324, rodovia federal que é principal saída de Salvador.

Em regiões como o Recôncavo Baiano, também chove com bastante intensidade. No município de Nazaré, a 58 km de Salvador (via ferry-boat), a tradicional feira de artesanato de Caxixis, que ocorre todos os anos durante a Semana Santa, teve seu início adiado para esta sexta-feira (22), por conta do mau tempo.


Alagoas

A chuva que ocorre desde o início da semana no Estado deixou diversos bairros alagados em Maceió e região metropolitana. Mais de dez bairros da capital estão com o sistema de abastecimento de água prejudicado.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, o índice pluviométrico previsto para todo o mês de abril foi ultrapassado nesta quinta-feira (21). O acumulado de chuvas já é maior que a média mensal 312,6 milímetros.

Um dos locais mais prejudicados com a chuva é o presídio Baldomero Cavalcante, principal cadeia do Estado, que ficou completamente alagado desde a última terça-feira.


Maranhão

No município de Santa Luzia, a cerca de 300 km de São Luís, motoristas de carros e caminhões chegaram a ficar ilhados com a destruição causada pela chuva de um trecho da BR-222, que estava sendo recuperado. O tráfego segue lento na estrada, após a colocação de pedras e entulhos de concreto na pista. A Polícia Rodoviária Federal deslocou um efetivo para controlar o trânsito e garantir a segurança no local.

Desde o início do ano, todo o Estado do Maranhão tem sofrido com o excesso de chuva e o município de Trizidela do Vale é um dos mais afetados com a cheia. Em 2009, a cidade também foi praticamente destruída por conta das inundações.

Segundo o departamento de meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), abril será o mês mais chuvoso do ano. Só em São Luís, a previsão é que chova 470 milimetros (1 mm de chuva corresponde a 10.000 litros por hectare).

Notícias relacionadas