Feriado da Semana Santa registra 21 mortes e se torna mais violento que Carnaval - WSCOM

menu

Policial

25/04/2011


Semana Santa registra 19 homicídios

Violência urbana

Foto: autor desconhecido.

A Semana Santa registrou dezenove assassinatos na região metropolitana de João Pessoa. Um número considerado, segundo o delegado de Homicídios da Capital, Isaias Dantas Gauberto, maior do que as ocorrências do Carnaval desse ano. “No período da Semana Santa as pessoas bebem mais”, justificou o delegado. Nas estradas ocorreram duas mortes devido a acidentes.

Somente na Capital foram 16 homicídios. Só na Sexta-feira Santa e o domingo foram 12 ocorrências, sendo seis em cada dia. No bairro do Jardim Veneza, em João Pessoa, foram mortos pai e filho no domingo. As vítimas foram Mozart Joaquim da Silva (72) e José Arnaldo da Silva (35).

Pai e filho foram até a casa de um vizinho, identificado por César, para tomarem satisfação em relação a uma discussão ocorrida no dia anterior. César, armado com uma faca, aplicou golpes em Mozart e Arnaldo e depois fugiu.

Entre as vítimas do feriadão está uma mulher identificada por Ana Marluce do Nascimento, de 26 anos, assassinada a tiros dentro de sua residência no Valentina Figueiredo. O próprio marido chegou a dizer a polícia que ela tinha envolvimento com o tráfico de droga.

Outra mulher assassinada foi Andrezza Batista da Silva, adolescente de 13 anos, morta a tiros por um homem identificado por Nicolas Rafael que está foragido. A polícia soube que a garota havia brigado com a namorada de Nicolas que é traficante e isso teria sido o principal motivo para o assassinato.

A maioria dos crimes está com autoria desconhecida. Em um dos casos, ocorrido na cidade de Bayeux, que teve como vítima Paulo Victor Vieira do Nascimento, servente de pedreiro, o acusado foi preso.

Todos os casos estão sendo investigados pela Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) e a maioria, segundo a própria polícia foi motivado pelo envolvimento no tráfico de droga.

Na cidade de Campina Grande, a polícia registrou o assassinato do empresário Fernando Moraes Barros, de 48 anos, em frente a sua residência, no bairro do Catolé. O crime aconteceu por volta das 20 de sábado.

A polícia tomou conhecimento que o empresário era proprietário de uma fábrica de gelo. Familiares da vítima contaram que estavam dentro de casa quando ouviram um barulho, segundo de disparos. Ao saírem viram o carro aberto e Fernando dentro do carro apresentando marca de tiro.

Latrocínio é principal hipótese investigada pela polícia, pois desapareceram uma quantia de dinheiro que estava na carteira dele.

Nas estradas

A violência nas estradas também não fica a desejar para os crimes de homicídios. Este ano, o número de acidentes praticamente dobrou em relação ao feriado do ano passado. O número de mortes foi o mesmo, duas.

Os números (120 horas de Operação Semana Santa da PRF)

Acidentes – 66
Feridos – 33
Mortos – 02
Veículos fiscalizados – 1.475
Veículos retidos para regularização – 37
Veículos detectados por radar (excesso de velocidade) – 952
Autos de Infração de Trânsito lavrados – 610
Animais apreendidos (soltos da pista) – 31
Auxilio ao usuário de rodovia – 59
Testes de alcoolemia – 933
Notificações por embriaguez alcoólica – 189
Pessoas conduzidas para Delegacia de Polícia – 19
Álcool e direção – 15
Porte ilegal de arma de fogo – 01
Mandado de prisão em aberto – 02
Crime ambiental – 01

Notícias relacionadas