Família de Manuela D´Ávila é rejeitada em clube: "Comunistas" - WSCOM

menu

Política

11/08/2018


Família de Manuela D´Ávila é rejeitada em clube: “Comunistas”

Foto: autor desconhecido.

Um tradicional clube de Porto Alegre rejeitou a entrada de Duca Leindecker, marido da candidata à vice-presidenta Manuela D´Ávila (PCdoB). O motivo: eles seriam comunistas. Sócios do Veleiros do Sul, tradicional clube da capital gaúcha, se mobilizaram para que a solicitação de associação da família de Manu fosse rejeitada.

Segundo informações do jornal Zero Hora, o fato da candidata ser comunista pesou para que solicitação fosse negada. “Cada um no seu quadrado. Cada um que procure o grupo que melhor se enquadre nos seus valores. Ou alguém pensa que eu seria bem recebido no Partido Comunista?”, teria dito um dos sócios, que preferiu não se identificar.

Quem havia convidado Duca para se juntar ao clube havia sido o próprio presidente da agremiação, Eduardo Ribas, logo após um show do cantor, vocalista da banda Cidadão Quem, no Veleiros do Sul.

“Ele é velejador, então nada mais normal do que eu convidá-lo. Assim que ele aceitou, sua ficha de admissão ficou exposta por 15 dias no quadro de avisos, como manda o estatuto do clube”, relembra.

Duca e a família passaram a frequentar o clube normalmente, até que em Julho, outros sócios pediram a retirada dos Leindecker do quadro de associados, ameaçando inclusive entrar na justiça para isso. Para evitar o desgaste, a família se desfilou do Veleiros do Sul e voltou a frequentar outro clube.

Procurada pelo jornal gaúcho, Manuela D’Ávila preferiu não se manifestar. Duca Leindecker disse apenas que “é melhor deixar para trás as coisas ruins e se concentrar no futuro”.

Brasil 247

Notícias relacionadas