Fábio Gouveia é campeão do Circuito Brasileiro 2005 de Surf - WSCOM

menu

Mais Esporte

16/10/2005


Fábio Gouveia é campeão do

O surfista Fábio Gouveia é o campeão do Circuito Brasileiro 2005. Mesmo derrotado no sábado, na terceira fase, ele conquistou o título nacional depois que o baiano Flávio Costa e os cariocas Marcelo Trekinho e Léo Neves foram derrotados nas quartas-de-final da última etapa, em Ubatuba (SP).

Esta foi a segunda vez que o paraibano obteve a conquista. A primeira foi em 1998. Nesta temporada, ele desfalcou a segunda etapa, em Maresias (SP), porque estava com sarampo. Ele foi campeão da primeira, em Imbituba (SC), ficou em 17º na terceira, em Saquarema (RJ), e foi vice na Costa do Sauípe (BA).

Com o título nacional, o surfista assegura vaga na etapa brasileira da divisão de elite mundial (WCT), que começa no dia 31, em Florianópolis.

Fabinho chegou a ser dúvida na Praia de Itamambuca. Com dores nas costas, ele teve de tomar uma injeção de cortisona na terça-feira, um dia antes do início da competição. Escalado na terceira fase, o paraibano foi derrotado pelo carioca Gustavo Fernandes.

Neste domingo, o primeiro rival a dar adeus ao título foi Léo Neves, eliminado pelo local Odirlei Coutinho na primeira bateria das quartas. Depois foi a vez de Marcelo Trekinho perder para o catarinense Raphael Becker.

Mas quem entregou a taça ao paraibano foi o cearense Pablo Paulino, ao passar pelo baiano Flávio Costa.

– Caiu do céu. Vitória não é só minha, mas de todos os surfistas que me têm como exemplo – disse Fabinho, que no ano passado lançou o filme “Fábio Fabuloso”, vencedor do prêmio de melhor documentário, pelo voto popular, no Festival do Rio.

Top-16 do Ranking Brasileiro
1: Fábio Gouveia (PB) – 2.660 pontos

2: Odirlei Coutinho (SP) – 2.620

3: Flávio Costa (BA) – 2.450

4: Marcelo Trekinho (RJ) – 2.410

5: Leonardo Neves (RJ) – 2.370

6: Beto Fernandes (SP) – 2.370

7: Jano Belo (PB) – 2.320

8: Pedro Henrique (RJ) – 2.300

9: Wagner Pupo (SP) – 2.230

10: Crhistiano Spirro (BA) – 2.160

11: Daison Pereira (RS) – 2.110

12: Yuri Sodré (RJ) – 2.030

13: Jihad Kohdr (PR) – 2.030

14: Jojó de Olivença (BA) – 2.000

15: Renato Galvão (SP) – 1.910

16: Pedro Muller (RJ) – 1.910

Notícias relacionadas