Fábio Carille se chateia com árabes e pode retornar ao Corinthians - WSCOM

menu

Futebol

22/11/2018


Fábio Carille se chateia com árabes e pode retornar ao Corinthians

A multa rescisória para quebrar o contrato dele com os árabes também não é considerada alta pelo Corinthians

© Getty Images

Seis meses após deixar o Corinthians para comandar o Al-Wehda, da Arábia Saudita, Fábio Carille pode voltar ao Parque São Jorge. A possibilidade começou a se desenhar durante viagem do presidente corintiano, Andrés Sanchez, a Londres, onde ele teve encontro com o agente do técnico, Paulo Pitombeira, na semana passada.

A informação foi divulgada pelo jornalista Benjamin Back, durante o seu programa no canal Fox Sports.

Atualmente, Jair Ventura é quem comanda o Corinthians. Ele tem contrato até o fim de 2019. Seu trabalho, porém, é muito questionado pela Fiel. Até a rodada passada do Brasileirão, o time temia seriamente o rebaixamento.

O encontro entre Andrés e Pitombeira foi intermediado por Ronaldo, amigo em comum dos dois. O ex-jogador, inclusive, ajudou a aparar arestas que existiam entre o cartola e o agente. O presidente também tinha divergências com Carille por temas envolvendo o Corinthians, mas as deixou no passado.

O próprio técnico tem o desejo de voltar ao Corinthians. Apesar de estar feliz na Arábia Saudita, o Al-Wehda não cumpriu ainda algumas promessas feitas a Carille, como melhorias na estrutura do clube, por exemplo. A equipe é apenas a quinta colocada no campeonato local.

A multa rescisória para quebrar o contrato dele com os árabes também não é considerada alta pelo Corinthians. O valor é de US$ 700 mil ( R$ 2,7 milhões).

O Corinthians, porém, teria de desembolsar uma quantia robusta com o salário de Fábio Carille. Na passagem anterior, ele recebia R$ 350 mil por mês, valor que seria elevado de forma significativa.

OBSTÁCULOS

Além de se acertar com o empresário e com o treinador, o Corinthians ainda terá de contar com a liberação do Al-Wehda, talvez a parte mais difícil na negociação.

Os clubes árabes não costumam liberar facilmente os profissionais que possuem contrato em vigor. Carille comandou o Corinthians em 114 jogos. Foi bicampeão paulista (2017 e 2018) e campeão brasileiro (2017). Com informações da Folhapress.