Exoneração de Formiga pode abalar relação de Tyrone com Ricardo - WSCOM

menu

Política

08/04/2011


Tyrone não sabia da saída de Formiga

Foto: autor desconhecido.

O ex-secretário da Administração Penitenciária, José Alves Formiga, exonerado ontem pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), declarou nesta sexta-feira (08), que até o momento ainda não foi comunicado pelo governador, nem por seus auxiliares de sua exoneração.

“Fiquei sabendo pela imprensa, pelo site oficial do Estado, mas não recebi uma ligação sequer do governador ou de qualquer um dos seus auxiliares me comunicando o meu afastamento”, disse o ex-secretário.

Formiga negou também que tenha acontecido algum desentendimento grave com o ex-secretário executivo da pasta, Sargento Denis, que também foi exonerado ontem. Circula nos bastidores da política a informação de que as exonerações teriam sido motivas devido ao relacionamento dos dois.

Indagado sobre os motivos da exoneração, Formiga disse não ter conhecimento de nada. “Não estava doente, nem pedi exoneração, simplesmente o governador entendeu de me exonerar”, afirmou.

Apesar de negar que está magoado com a demissão, ele acrescentou que não aceita ocupar nenhum cargo no atual governo.

“Não estou magoado, por que a gente sabe que quando assume cargos no Estado, tem que está consciente que pode ser exonerado a qualquer momento, não sou apegado a isto. Mas, de jeito nenhum aceito algum cargo no Governo do Estado”, declarou.

Formiga também revelou que o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PTB), que é seu amigo, e um dos responsáveis pela sua indicação para a secretaria, também ficou chateado pela forma como a exoneração aconteceu.

“Ele também não recebeu nenhum comunicado”, disse.

Notícias relacionadas